Novo design, nova versão LTZ e a introdução do sistema Onstar e são os grandes atrativos do modelo.

Preço de R$ 53.490,00 (LT 1.4) a R$ 66.990,00 (LTZ 1.8 aut.)

A Chevrolet do Brasil atualizou o Cobalt para mantê-lo competitivo frente à concorrência. Por fora o novo design trouxe mais harmonia com linhas mais expressivas e dinâmicas, principalmente na traseira. Os faróis estão mais afilados e ganharam projetores de dupla parábola, para aumentar a capacidade de iluminação do veículo.

Por dentro a versão testada, a LTZ, demonstrou bom nível de acabamento e a novidade está na cor dos bancos em tons de preto com variadas nuances de marrom.

O carro é fácil de dirigir e a impressão que tivemos é de que a combinação motor com o câmbio automático de seis velocidades ficou mais acertada que a versão anterior, com trocas mais ágeis e suaves.

SISTEMA ONSTAR CHEVROLET

Porém o grande atrativo do novo Cobalt está na introdução do sistema Onstar Chevrolet. Por meio dele, o usuário entra em contato com uma central de atendimento 24 horas e pode usufruir de serviços de emergência, concierge e de conectividade. Com este sistema, o motorista pode pedir à atendente que faça uma reserva em um restaurante ou pedir uma informação de seu interesse como consulta de cinemas ou um pedido de assistência em um acidente. Trata-se de um grande diferencial de atendimento que a concorrência não dispõe.

Já a segunda geração do MyLink proporciona maior integração com smartphones, permitindo ao usuário, ler e ditar mensagens de texto por comando de voz, acessar aplicativos de música online ou mesmo de navegação, incluindo o Google Maps, que informa as condições de trânsito e sugere rotas alternativas.

O Cobalt 2016 está disponível em cinco diferentes combinações entre motorização (1.4 e 1.8), transmissão (MT5 e AT6) e acabamento (LT, LTZ e Elite).

A versão testada a LTZ vem com motor 1.8 Econo.Flex com 108 cavalos e 17,1 kgfm de torque a 3.200 rpm, sendo que disponibiliza 90% da sua força entre 2.500 e 4.700 rpm, proporcionando uma boa dirigibilidade no trânsito ou na cidade.

Foto: Chevrolet.

 

COMPARTILHAR

Escreva um comentário