Tricampeão inglês conquistou sua 54ª vitória na categoria e está correndo sem pressão de seu companheiro de equipe Valteri Bottas

Em um domingo com tempo nublado e a pista parcialmente seca e parcialmente molhada, Lewis Hamilton da Mercedes largou na pole-position, com Sebastian Vettel da Ferrari em segundo e seu companheiro de equipe, Valteri Bottas em terceiro. Na largada, Hamilton manteve a ponta seguido por Vettel, Bottas e Ricciardo da RBR.

Lewis Hamilton continua com o melhor carro e o melhor motor da categoria. Foto: Mercedes AMG
Lewis Hamilton continua com o melhor carro e o melhor motor da categoria. Foto: Mercedes AMG

No bloco de trás, todos prestavam atenção em Max Verstappen, da RBR, que largou na 16ª posição e na primeira volta, já tinha ultrapassado dez carros. Como a pista estava parcialmente molhada e a maioria dos carros estava com pneus de uso misto. Verstappen aproveitou a cautela da maioria dos pilotos e foi para cima com muita ousadia ganhando muitas posições.

Sebastian Vettel demonstra muita satisfação com o desempenho da Ferrari este ano. Foto: Ferrari
Sebastian Vettel demonstra muita satisfação com o desempenho da Ferrari este ano. Foto: Ferrari

Com apenas seis voltas, Verstappen já estava na quarta posição, tendo ultrapassado as duas Ferraris e ido a caça do seu companheiro de equipe Daniel Ricciardo, que também foi ultrapassado.

Faltando algumas voltas para o final, Verstappen foi bastante pressionado pelo seu companheiro de equipe Daniel Ricciardo e quase saiu da pista em uma freada. Com habilidade conseguiu corrigir o carro e contornar a curva a frente de Ricciardo e garantir a terceira colocação no final da corrida.

Verstappen continua sendo considerado um fenômeno entre os pilotos da categoria devido a sua combatividade aliado a bons resultados. No pódio, Hamilton elogiou Verstappen, dizendo que ele parecer achar fácil ultrapassar no molhado.

Kimi Haikkonen da Ferrari reclamou da potência do motor de sua Ferrari e terminou na quinta colocação. Haikkonen já havia reclamado do mesmo problema no treino de sábado.

FELIPE MASSA

Felipe Massa largou em sexto e terminou na décima quarta posição. Foto: Williams Glen Dubar
Felipe Massa largou em sexto e terminou na décima quarta posição. Foto: Williams Glen Dubar

Já o brasileiro Felipe Massa não fez uma boa largada e foi ultrapassado por cinco carros. No decorrer da corrida a Williams de Massa nãoJá o seu companheiro de equipe, o bilionário canadense Lance Stroll, saiu da corrida na primeira volta quando deu uma fechada na Force India de Sergio Peres. Stroll ficou parado na caixa de brita com o carro totalmente desalinhado e abandonou a prova. Peres foi para o box e trocou os pneus pois na batida o pneu dianteiro direito perdeu pressão.

A equipe Sauber provocou um safety-car logo na quinta volta com um acidente no início da reta dos boxes com o piloto italiano Antonio Giovinazzi. Giovinazzi já havia batido perto do mesmo local no sábado e estragou bastante o carro.

DISPUTA PELO CAMPEONATO
Com a vitória de Hamilton no GP da China o primeiro lugar no campeonato de pilotos deste ano está empatado entre Vettel (vendedor do GP da Austrália) e Hamilton, lembrando que na Austrália, Hamilton só perdeu a corrida devido a um pequeno erro de estratégia da Mercedes. O inglês continua soberano nos treinos e na corridas realizadas até agora. A surpresa é a falta de combatividade do seu companheiro de equipe o finlandês Valteri Bottas, que não tem conseguido acompanhar Hamilton e tem também ficado atrás da Ferrari de Sebastian Vettel.

O finlandês Valteri Bottas da Mercedes ainda não conseguiu demonstrar todo o seu potencial dentro da equipe Mercedes. Bottas tem ficado atrás de Hamilton e da Ferrari de Vettel nos GPs da Austrália e China. Foto: Mercedes
O finlandês Valteri Bottas da Mercedes ainda não conseguiu demonstrar todo o seu potencial dentro da equipe. Bottas tem ficado atrás do companheiro Lewis Hamilton e da Ferrari de Sebastian Vettel nos GPs da Austrália e China. Foto: Mercedes

Sem a pressão de um companheiro de equipe para disputar as poles e as vitórias, Hamilton parece estar se sentindo muito a vontade e com uma possibilidade muito grande de conquistar o seu quarto título mundial.

Hamilton ganhou um presentão de Nico Rosberg, quando o mesmo anunciou a sua aposentadoria no ano passado, dizendo-se cansado com a disputa com o inglês. Se Nico ainda estivesse na Mercedes, certamente estaria apresentando uma performance muito superior ao que Bottas tem apresentado até agora.

Sebastian Vettel da Ferrari tem se mostrado muito satisfeito em largar e chegar em segundo, pois no ano passado, a equipe ficava atrás das Mercedes e também das RBRs. O avanço da Ferrari foi grande tanto na aerodinâmica quanto na potência do motor.

FERNANDO ALONSO

Fernando Alonso estava entre os dez primeiros quando a homocinética da rota traseira esquerda McLaren quebrou. Foto: McLaren
Fernando Alonso estava entre os dez primeiros quando a homocinética da rota traseira esquerda da McLaren quebrou. Foto: McLaren

O bicampeão mundial fez uma boa corrida e enquanto esteve na prova oscilava entre a oitava e décima colocação, o que lhe garantiria os primeiros pontos do campeonato. Como aconteceu na Austrália, Alonso abandonou a corrida por um problema mecânico na McLaren (após 35 voltas). Na Austrália, Alonso também estava na zona de pontuação, mas um problema na suspensão o tirou da prova. Já na China, o problema foi na homocinética da roda traseira esquerda. A equipe não pode culpar o motor Honda nos dois abandonos de Alonso neste ano.

PRÓXIMA CORRIDA: 16 de Abril – GP do Bahrein

RESULTADO DO GRANDE PRÊMIO DA CHINA DE F-1

Pos Piloto Equipe Voltas Tempo Pts
1 Lewis Hamilton Mercedes 56 1:37:36.158 25
2 Sebastian Vettel Ferrari 56 +6.250s 18
3 Max Verstappen Red Bull Racing TAG Heuer 56 +45.192s 15
4 Daniel Ricciardo Red Bull Racing TAG Heuer 56 +46.035s 12
5 Kimi Räikkönen Ferrari 56 +48.076s 10
6 Valtteri Bottas Mercedes 56 +48.808s 8
7 Carlos Sainz Toro Rosso 56 +72.893s 6
8 Kevin Magnussen Haas Ferrari 55 +1 volta 4
9 Sergio Perez Force India Mercedes 55 +1 volta 2
10 Esteban Ocon Force India Mercedes 55 +1 volta 1
11 Romain Grosjean Haas Ferrari 55 +1 volta 0
12 Nico Hulkenberg Renault 55 +1 volta 0
13 Jolyon Palmer Renault 55 +1 volta 0
14 Felipe Massa Williams Mercedes 55 +1 volta 0
15 Marcus Ericsson Sauber Ferrari 55  +1 volta 0
16 Fernando Alonso McLaren Honda 33 Não term 0
17 Daniil Kvyat Toro Rosso 18 Não term 0
18 Stoffel Vandoorne McLaren Honda 17 Não term 0
19 Antonio Giovinazzi Sauber Ferrari 3 Não term 0
20 Lance Stroll Williams Mercedes 0 Não term 0

CAMPEONATO MUNDIAL DE CONSTRUTORES – até o GP da China

Pos Equipe Pts
1 Mercedes 66
2 Ferrari 65
3 Red Bull Racing TAG Heuer 37
4 Toro Rosso 12
5 Force India Mercedes 10
6 Williams Mercedes 8
7 Haas Ferrari 4
8 McLaren Honda 0
9 Sauber Ferrari 0
10 Renault 0

CAMPEONATO MUNDIAL DE PILOTOS até o GP da China

Pos Piloto País Equipe Pts
1 Sebastian Vettel Alemanha Ferrari 43
2 Lewis Hamilton Inglaterra Mercedes 43
3 Max Verstappen Holanda Red Bull Racing TAG Heuer 25
4 Valtteri Bottas Finlândia Mercedes 23
5 Kimi Räikkönen Finlândia Ferrari 22
6 Daniel Ricciardo Austrália Red Bull Racing TAG Heuer 12
7 Carlos Sainz Espanha Toro Rosso 10
8 Felipe Massa Brasil Williams Mercedes 8
9 Sergio Perez México Force India Mercedes 8
10 Kevin Magnussen Dinamarca Haas Ferrari 4
11 Daniil Kvyat Rússia Toro Rosso 2
12 Esteban Ocon França Force India Mercedes 2
13 Nico Hulkenberg Alemanha Renault 0
14 Romain Grosjean França Haas Ferrari 0
15 Antonio Giovinazzi Itália Sauber Ferrari 0
16 Fernando Alonso Espanha McLaren Honda 0
17 Stoffel Vandoorne Bélgica McLaren Honda 0
18 Jolyon Palmer Inglaterra Renault 0
19 Marcus Ericsson Suécia Sauber Ferrari 0
20 Lance Stroll Canadá Williams Mercedes 0
O bilionário canadense Lance Stroll bateu novamente no GP da China. Stroll é acompanhado por uma equipe de sete pessoas para a sua assessoria. Foto: Williams
O bilionário canadense Lance Stroll bateu novamente no GP da China. Stroll é acompanhado por uma equipe de sete pessoas para a sua assessoria. Foto: Williams

Escreva um comentário