O monegasco Charles Leclerc deu um show neste final de semana e superou com regularidade seu companheiro de equipe Sebastian Vettel.

São Paulo – SP

Festa na Ferrari com a dobradinha da equipe que larga na frente amanhã para o GP do Bahrein, segunda prova do campeonato de pilotos e construtores da F-1.

Charles Leclerc (21) teve seu momento de glória ao fazer sua primeira pole position na categoria, tendo superado seu companheiro de equipe o alemão Sebastian Vettel.

Na terceira posição larga a Mercedes de Lewis Hamilton, seguida pela outra Mercedes de Valtteri Bottas, que venceu a primeira corrida do ano há duas semanas na Austrália.

O holandês Max Verstappen larga na quinta posição com a Red Bull Honda, seguido pela Haas de Kevin Magnussen e pela McLaren de Carlos Sainz, que até o Q2, andava atrás de seu companheiro de equipe o estreante Lando Norris, que larga na décima posição.

Q1 – Na primeira sessão do treino oficial a surpresa ficou por conta da Renault de Nico Hulkenberg não ter conseguido tempo suficiente para passar para o Q2. Outra surpresa foi o mau desempenho de Lance Stroll que ficou apenas a frente das duas Williams de Russel e Kubica.

Charles Leclerc teve seu momento de glória no treino de classificação do GP do Bahrein. Ferrari

Q2 – Outra decepção para a Renault, com o australiano Daniel Ricciardo ficando apenas com o décimo primeiro tempo. Outra decepção foi o décimo terceiro tempo do francês Pierre Gasly da Red Bull. Pelo rádio, Gasly disse que não sabia o porque do mau desempenho e culpou alguma coisa esquisita na pista ou no carro. A surpresa positiva foi o bom desempenho de Alexander Albon da Toro Rosso que fez o décimo segundo tempo, à frente de seu companheiro de equipe Daniil Kyvat, com a décima quinta posição.

Q3 – Quando todos pensavam que as Mercedes estavam escondendo o jogo, as duas Ferraris confirmaram a pole de Leclerc e o segundo lugar de Vettel. A McLaren comemorou o sétimo lugar de Carlos Sainz, que vinha andando sempre atrás de seu novo companheiro de equipe Lando Norris, o décimo.

O espanhol bicampeão mundial de F-1 Fernando Alonso assistiu dos boxes da McLaren o treino oficial. Com o bom desempenho da McLaren, Alonso parecia ansioso em voltar a pilotar o carro, embora tenha anunciado a sua aposentadoria no final de 2018. Após a corrida, o espanhol fará um sessão de testes de pneus no Bahrein.

Quem parecia bastante satisfeito era o novo chefão da Ferrari, o engenheiro italiano Matti Binotto, que viu uma excelente performance dos dois carros e principalmente, da nova aposta da equipe, o monegasco Charles Leclerc. Após a pole, Leclerc foi comedido na comemoração de sua grande conquista.

Red Bull Honda larga na quinta posição com o holandês. Max Verstappen Foto by Mark Thompson-Getty Images
Sem Verstappen talvez a Red Bull não tivesse conseguido subir ao Q3. Foto: Clive Mason/Getty Images

GRID DE LARGADA DO GP DO BAHREIN DE F-1

Pos Piloto Carro Q3 Voltas
1 Charles Leclerc Ferrari 1:27.866 14
2 Sebastian Vettel Ferrari 1:28.160 14
3 Lewis Hamilton Mercedes 1:28.190 16
4 Valtteri Bottas Mercedes 1:28.256 15
5 Max Verstappen Red Bull Honda 1:28.752 12
6 Kevin Magnussen Haas Ferrari 1:28.757 15
7 Carlos Sainz McLaren Renault 1:28.813 17
8 Romain Grosjean Haas Ferrari 1:29.015 17
9 Kimi Räikkönen Alfa Romeo Ferrari 1:29.022 18
10 Lando Norris McLaren Renault 1:29.043 18
11 Daniel Ricciardo Renault 12
12 Alexander Albon Toro Rosso Honda 15
13 Pierre Gasly Red Bull Honda 12
14 Sergio Perez Racing Point Mercedes 12
15 Daniil Kvyat Toro Rosso Honda 10
16 Antonio Giovinazzi Alfa Romeo Ferrari 06
17 Nico Hulkenberg Renault 06
18 Lance Stroll Racing Point Mercedes 06
19 George Russell Williams Mercedes 08
20 Robert Kubica Williams Mercedes 08
Christian Horner e sua esposa a ex-Spice Girl Geri Halliwall. Foto: Lars Baron/Getty Images
O estreante Lando Norris foi um dos destaques positivos neste final de semana. McLaren

Escreva um comentário