A Ferrari decepcionou com problemas nos dois carros e vai largar apenas em décimo com Leclerc e vigésimo com Vettel

São Paulo – SP

Em grande fase, o inglês Lewis Hamilton da Mercedes conquistou a sua 87ª pole position neste sábado, para o GP da Alemanha de F-1.

A pole de Hamilton foi facilitada pela ausência das duas Ferraris que tiveram problemas no Q1 com Vettel (fluxo do ar do turbo) e no Q3 com Leclerc (injeção de combustível).

Após o treino de classificação Hamilton declarou que quase não participou da classificação, pois acordou neste sábado com a garganta inflamada e a equipe já estava de prontidão com seu piloto reserva, o francês Esteban Ocon, que poderia entrar no lugar de Hamilton.

Tudo caminha para o hexacampeonato de Lewis Hamilton na F-1. Foto: LAT Images

De acordo inglês pentacampeão, a equipe trabalhou muito bem ao mandar os dois pilotos para a pista nos momentos certos ajudando na conquista dos melhores tempos.

A responsabilidade de Hamilton é grande já que a Mercedes preparou uma grande festa para comemorar os 125 anos da companhia neste domingo.

Ao seu lado larga o holandês Max Verstappen da Red Bull Honda, que fez o segundo tempo e disse após o treino, que poderia ter conquistado a pole se não fosse um erro na curva 8, durante o Q3.

Na reta o carro de Hamilton era 5 km/h mais rápido que a Red Bull de Verstappen.

O holandês conta com uma grande torcida na Alemanha e vai tentar conquistar a sua sétima vitória na categoria.

Em terceiro ficou a Mercedes do finlandês Valtteri Bottas e em quarto a Red Bull Honda de Pierre Gasly, seguido pela Alfa Romeo de Kimi Raikkonen.

Além das duas Ferraris, a outra decepção foi o fraco desempenho do inglês Lando Norris da McLaren, que cravou apenas o décimo sexto tempo. Assim como Leclerc, Norris é uma das revelações da temporada.

Já a boa surpresa ficaram por conta dos bons tempos de Kimi Raikkonen da Alfa Romeo (5º), Romain Grosjean da Haas (6º) e Carlos Sainz da McLaren (7º).

O finlandês Valtteri Bottas da Mercedes declarou que o terceiro lugar conquistado no grid de largada neste sábado foi decepcionante.

A largada para o GP da Alemanha de F-1 acontece neste domingo às 10:10.

GRID DE LARGADA DO GP DA ALEMANHA DE F-1

Pos Piloto Carro Q3 Voltas
1 Lewis Hamilton Mercedes 1:11.767 19
2 Max Verstappen Red Bull Honda 1:12.113 17
3 Valtteri Bottas Mercedes 1:12.129 19
4 Pierre Gasly Red Bull Honda 1:12.522 15
5 Kimi Räikkönen Alfa Romeo Ferrari 1:12.538 18
6 Romain Grosjean Haas Ferrari 1:12.851 20
7 Carlos Sainz McLaren Renault 1:12.897 21
8 Sergio Perez Racing Point Mercedes 1:13.065 15
9 Nico Hulkenberg Renault 1:13.126 15
10 Charles Leclerc Ferrari 09
11 Antonio Giovinazzi Alfa Romeo Ferrari 15
12 Kevin Magnussen Haas Ferrari 11
13 Daniel Ricciardo Renault 12
14 Daniil Kvyat Toro Rosso Honda 15
15 Lance Stroll Racing Point Mercedes 15
16 Lando Norris McLaren Renault 09
17 Alexander Albon Toro Rosso Honda 09
18 George Russell Williams Mercedes 11
19 Robert Kubica Williams Mercedes 11
20 Sebastian Vettel Ferrari 01

 

As duas Ferraris apresentaram problemas e foram a grande decepção neste sábado. Foto: Ferrari Media
A Honda conseguiu com a Red Bull a melhor posição de largada desde que retornou a F-1, em 2016. Foto: Lars Baron/Getty Images
Charles Leclerc da Ferrari e Pierre Gasly da Red Bull Honda conversam nos boxes.  Foto: Dan Mullan/Getty Images
Decepção na McLaren com o 16º tempo do inglês Lando Norris, revelação da temporada. Foto: McLaren

 

Escreva um comentário