Charles Leclerc fez a pole com Sebastian Vettel em segundo seguido por Lewis Hamilton em terceiro

São Paulo – SP

Conforme previsto por todas as equipes a Ferrari foi a mais rápida nos treinos de classificação para o GP da Bélgica de F-1, sendo a favorita para vencer a prova no domingo.

Após um período de baixa performance nas últimas corridas com domínio das Mercedes a equipe italiana tenta reverter o prejuízo da primeira parte da temporada, embora o campeonato de pilotos e construtores deva ficar novamente com a equipe alemã.

O que chamou a atenção foi a grande diferença de tempo (0,748 segundos) de Leclerc para Vettel no Q3, onde foi definida a pole-position.

Na entrevista após o treino, Vettel disse que cometeu alguns erros no Q3 e que por isso não conquistou a pole.

Em quinto larga o holandês Max Verstappen seguido pelo seu ex-companheiro de equipe Daniel Ricciardo da Renault, seguido por Nico Hulkenberg da mesma equipe e Kimi Raikkonen da Alfa Romeo.

Quem decepcionou bastante foram as duas McLarens que ficaram apenas com a 12ª posição com inglês Lando Norris e a 17ª com o espanhol Carlos Sainz.

Q1

No Q1, logo no início a Williams Mercedes de Robert Kubica teve seu motor explodindo logo após a primeira curva, sendo necessário interromper o treino para apagar o incêndio e tirar o carro. No final, a Alfa Romeo da Antonio Giovinazzi também teve o motor Ferrari da Alfa Romeo quebrando próximo a quebra da Williams.

Ficaram de fora do Q1, Pierre Gasly, Carlos Sainz, Daniil Kyvat e Robert Kubica que nem chegou a completar uma volta.

Q2

Na segunda parte do treino Lewis Hamilton vinha andando forte, mas as Ferraris logo tomaram a ponta com Leclerc e Vettel. Daniel Ricciardo fez o quinto tempo.

Ficaram de fora do Q1, Romain Grosjean, Lando Norris, Lance Stroll, Alexander Albon e Antonio Giovinazzi.

Q3

Foi um pouco tumultuado com o trânsito dos pilotos preparando o melhor momento de fazer o melhor tempo, com Hamilton quase batendo atrás de Bottas, quando o inglês saída da frente da Alfa Romeo de Kimi Raikkonen que vinha em volta rápida. Em seguida, Hamilton também travou as rodas atrás da Renault de Nico Hulkenberg que vinha bem lento.

No final, superioridade total de Charles Leclerc da Ferrari que foi 0,742 segundo mais rápido que seu companheiro de equipe Sebastian Vettel.

FERRARIS FAVORITAS

De acordo com o ex-campeão mundial de F-1, Nico Rosberg, a Ferrari teria errado o projeto desse ano tendo feito um carro com pouca pressão aerodinâmica. O resultado disso é que as Ferraris são incrivelmente rápidas nas retas e tem baixa aderência nas curvas, mas em autódromos como Spa Francorchamps e Monza, elas terão as maiores velocidades de reta.

O Grande Prêmio da Bélgica tem largada prevista para as 10:10 deste domingo.

Dobradinha da Ferrari na primeira fila do GP da Bélgica de F-1. Foto: Ferrari

GRID DE LARGADA DO GP DA BÉLGICA DE F-1

Pos Piloto Carro Q3 Voltas
1 Charles Leclerc Ferrari 1:42.519 17
2 Sebastian Vettel Ferrari 1:43.267 17
3 Lewis Hamilton Mercedes 1:43.282 19
4 Valtteri Bottas Mercedes 1:43.415 19
5 Max Verstappen Red Bull Honda 1:43.690 16
6 Daniel Ricciardo Renault 1:44.257 17
7 Nico Hulkenberg Renault 1:44.542 16
8 Kimi Räikkönen Alfa Romeo Ferrari 1:44.557 18
9 Sergio Perez R Point Mercedes 1:44.706 18
10 Kevin Magnussen Haas Ferrari 1:45.086 18
11 Romain Grosjean Haas Ferrari 12
12 Lando Norris McLaren Renault 12
13 Lance Stroll R Point Mercedes 8
14 Alexander Albon Red Bull Honda 8
15 Antonio Giovinazzi Alfa Romeo Ferrari 7
16 Pierre Gasly Toro Rosso Honda 5
17 Carlos Sainz McLaren Renault 6
18 Daniil Kvyat Toro Rosso Honda 4
19 George Russell Williams Mercedes 6
20 Robert Kubica Williams Mercedes 2

 

O holandês Max Verstappen larga em quinto com a Red Bull Honda. Foto: Mark Thompson/Getty Images.
O tailandês Alexander Albon fez sua estreia na Red Bull no lugar do francês Pierre Gasly, mas conquistou apenas a 14ª posição. Com uma punição por utilizar nova configuração de motor Albon vai largar no final do grid. Foto: Mark Thompson/Getty Images.
Charles Leclerc vai tentar conquistar na Bélgica sua primeira vitória na F-1. Foto: Ferrari
As McLarens de Carlos Sainz em 17º e Lando Norris em 12º, foram uma decepção para a torcida na Bélgica.

Escreva um comentário