Leclerc conquistou sua segunda vitória na F-1 de ponta a ponta em frente a torcida da Ferrari no GP da Itália de F-1

São Paulo – SP

O piloto Charles Leclerc (21) da Ferrari venceu neste domingo de ponta a ponta, o GP da Itália de F-1.

Leclerc dominou todo o final de semana e foi superior ao seu companheiro de equipe, o alemão Sebastian Vettel que largou em quarto e chegou apenas na décima terceira posição, após rodar sozinho e provocar um acidente com a Racing Point de Lance Stroll.

Em segundo terminou o finlandês Valtteri Bottas da Mercedes que no final da prova tentou se aproximar de Leclerc para tentar tirar a vitória da Ferrari.

Em terceiro cruzou a linha de chegada o inglês Lewis Hamilton da Mercedes, que devido a um erro de estratégia da Mercedes com relação aos pneus perdeu a segunda posição, mas conseguiu cravar a melhor volta da prova.

A surpresa neste final de semana foi o bom desempenho das duas Renault, que terminaram em quarto com Daniel Ricciardo e em quinto com Nico Hulkenberg.

Esperava-se uma grande corrida de recuperação do holandês Max Verstappen da Red Bull Honda, mas o piloto teve uma avaria no bico do carro na primeira curva após a largada com a Racing Point de Sergio Perez, sendo obrigado a parar nos boxes para a troca do spoiler dianteiro.

Largando em penúltimo e com a parada não programada logo no início da corrida Verstappen terminou na oitava posição.

Seu companheiro de equipe o tailandês Alexander Albon vinha na nona posição até tentar uma ultrapassagem na terceira volta em cima de Daniel Ricciardo e sair da pista perdendo três posições, terminando na sexta posição.

O destaque negativo da corrida foi a má performance do alemão tetracampeão do mundo Sebastian Vettel, que vinha em quarto atrás de Leclerc, Hamilton e Bottas, quando rodou sozinho na sexta volta e no retorno apressado a pista recebeu um toque no spoiler dianteiro da Racing Point Mercedes de Lance Stroll.

Stroll rodou e Vettel ficou com o spoiler dianteiro avariado sendo obrigado a ir para os boxes fazer o reparo e trocar os pneus que se desgastaram com a rodada. Pelo rádio Stroll chamou Vettel de “idiota”, mas logo em seguida fez o mesmo com o francês Pierre Gasly da Toro Rosso Honda, que também saiu da pista, mas conseguiu retornar sem maiores prejuízos.

Vettel recebeu uma punição de 10 segundos nos boxes pela manobra perigosa e teve sua corrida totalmente prejudicada terminando na décima terceira posição.

No início o GP da Itália não teve muitas disputas de posição com os pilotos no geral mantendo suas posições.

Leclerc largou na pole, manteve a primeira posição e mantinha uma vantagem de 1,4 segundos de Hamilton que controlava a distância poupando a Mercedes e aguardando o momento certo para tentar a ultrapassagem.

Na volta 23 a oportunidade apareceu e Hamilton pegou o vácuo e foi para cima de Leclerc na curva 4 que fechou a porta por fora na freada e obrigou o inglês a ir quase para a grama, saindo a pista, mas retornando em seguida.

Pelo rádio Hamilton reclamou da manobra de Leclerc que recebeu uma advertência dos comissários pela manobra perigosa.

Na volta 36 de 53 no total, Leclerc saiu de frente no final da reta dos boxes, mas conseguiu retornar na liderança com Hamilton tentando novamente a ultrapassagem, sem conseguir superar a Ferrari.

Na volta, 42 com pneus desgastados Hamilton saiu de frente no final da reta perdendo a segunda posição para seu companheiro de equipe Valtteri Bottas.

Faltando 11 voltas para o final, a Mercedes de Bottas tirava cerca de 0,3 segundos por volta da Ferrari de Leclerc, que seguia com 2 segundos de vantagem para Bottas.

O finlandês tentava a aproximação quando faltando 3 voltas para o final da prova saiu de frente no final da reta dos boxes não conseguindo a ultrapassagem.

No final, segunda vitória na carreira de Charles Leclerc que ultrapassou seu companheiro de equipe na pontuação do Campeonato Mundial de Pilotos.

Próxima corrida: GP de Singapura – 22 de setembro – Largada às 09:10

Segunda vitória de Leclerc na F-1. Ferrari
Charles Leclerc ocupa a quarta posição no campeonato mundial de pilotos tendo ultrapassado Sebastian Vettel. Ferrari

RESULTADO DO GRANDE PRÊMIO DA ITÁLIA DE F-1

Pos Piloto Carro Voltas Tempo Pts
1 Charles Leclerc Ferrari 53 1:15:26.665 25
2 Valtteri Bottas Mercedes 53 +0.835s 18
3 Lewis Hamilton Mercedes 53 +35.199s 16
4 Daniel Ricciardo Renault 53 +45.515s 12
5 Nico Hulkenberg Renault 53 +58.165s 10
6 Alexander Albon Red Bull Honda 53 +59.315s 8
7 Sergio Perez R Point Mercedes 53 +73.802s 6
8 Max Verstappen Red Bull Honda 53 +74.492s 4
9 Antonio Giovinazzi Alfa Romeo Ferrari 52 +1 volta 2
10 Lando Norris McLaren Renault 52 +1 volta 1
11 Pierre Gasly Toro Rosso Honda 52 +1 volta 0
12 Lance Stroll R Point Mercedes 52 +1 volta 0
13 Sebastian Vettel Ferrari 52 +1 volta 0
14 George Russell Williams Mercedes 52 +1 volta 0
15 Kimi Räikkönen Alfa Romeo Ferrari 52 +1 volta 0
16 Romain Grosjean Haas Ferrari 52 +1 volta 0
17 Robert Kubica Williams Mercedes 51 +2 voltas 0
18 Kevin Magnussen Haas Ferrari 43 Não term 0
19 Daniil Kvyat Toro Rosso Honda 29 Não term 0
20 Carlos Sainz McLaren Renault 27 Não term 0

CAMPEONATO MUNDIAL DE CONSTRUTORES DA  F-1

Posição Equipe Pontos
01 Mercedes  505
02 Ferrari  351
03 Red Bull Honda  266
04 McLaren Renault  83
05 Renault  65
06 Toro Rosso Honda  51
07 Racing Point Mercedes  46
08 Alfa Romeo Ferrari  34
09 Haas Ferrari  26
10 Williams Mercedes  01

CAMPEONATO MUNDIAL DE PILOTOS 2019

Pos Piloto País Carro Pts
01 Lewis Hamilton Inglaterra Mercedes 284
02 Valtteri Bottas Finlândia Mercedes 221
03 Max Verstappen Holanda Red Bull Honda 185
04 Charles Leclerc Mônaco Ferrari 182
05 Sebatian Vettel Alemanha Ferrari 169
06 Pierre Gasly França Red Bull Honda 65
07 Carlos Sainz Espanha McLaren Renault 58
08 Daniel Ricciardo Austrália Renault 34
09 Alexander Albon Tailândia Red Bull Honda 34
10 Daniil Kyvat Rússia Toro Rosso Honda 33
11 Nico Hulkenberg Alemanha Renault 31
12 Kimi Raikkonen Finlândia Alfa Romeo Ferrari 31
13 Sergio Perez México R Point Mercedes 27
14 Lando Norris Inglaterra McLaren Renault 25
15 Lance Stroll Canadá R Point Mercedes 19
16 Kevin Magnussen Dinamarca Haas Ferrari 18
17 Romain Grosjean França Haas Ferrari 8
18 Antonio Giovinazzi Itália Alfa Romeo Ferrari 1
19 Robert Kubica Polônia Williams Mercedes 1
20 George Russel Inglaterra Williams Mercedes 0

 

Lewis Hamilton chegou a tentar a ultrapassagem sobre Charles Leclerc na 23ª volta, mas o piloto da Ferrari fechou a porta e Hamilton saiu e retornou a pista. Mercedes
O piloto francês Jean Alesi que foi piloto da Ferrari deu a bandeirada final do GP da Itália. Ferrari
Max Verstappen da Red Bull Honda teve sua corrida prejudicada após bater com o bico do carro na primeira curva após a largada. Foto: Mark Thompson/Getty Images
Já Alexander Albon também da Red Bull Honda vinha bem entre os sete primeiros quando tentou por fora uma ultrapassagem por fora em Daniel Ricciardo da Renault, saindo a pista e perdendo três posições. Foto: Lars Baron/Getty Images
Festa da Ferrari em Monza. Ferrari
Adrian Newey,  Chief Technical Officer da Red Bull Honda Foto: Mark Thompson/Getty Images

Escreva um comentário