Corolla Híbrido representa um marco na indústria automobilística brasileira, por ser o primeiro automóvel com tecnologia híbrida fabricado no país.

Quem opta por um veículo híbrido dificilmente volta para o automóvel movido totalmente a combustão

São Paulo – SP

Avaliamos por uma semana o novo Corolla Altis Híbrido 2020, o lançamento mais importante da indústria automobilística no país em 2019.

Por fora, o novo design trouxe atualizações que deixaram o modelo ainda mais elegante  e aerodinâmico.

Por dentro,  tudo novo; desde o design dos bancos até o painel de instrumentos com linhas modernas e uma nova tela multimídia de 8 polegadas melhor posicionada.

A Toyota teve a ousadia de ser a montadora pioneira na introdução da tecnologia híbrida no país, com a introdução do Prius, em 2016.

Em 2019, a montadora decidiu que toda a linha Lexus só seria comercializada com tecnologia híbrida no Brasil.

Design externo sóbrio e elegante com rodas de 17 polegadas na versão Altis. Foto: Amauri Yamazaki

O veículo híbrido é um automóvel inteligente que desliga o motor a combustão quando não é necessário a sua utilização como nas descidas e quando o carro está parado. A tecnologia híbrida economiza combustível, emite menos calor, diminui a poluição  e educa o motorista a utilizar o carro da maneira mais econômica.

SISTEMA HÍBRIDO
Na tela multimídia acessando o comando de informações a tela demonstra quando o carro está utilizando o motor a combustão, quando o motor é desligado, quando a bateria e os motores elétricos impulsionam totalmente o veículo e quando a bateria está sendo carregada nas descidas, freadas ou pelo próprio motor a combustão.

Tela multimídia dá informações sobre o sistema de funcionamento híbrido. Ar-condicionado digital de duas zonas. Foto: Amauri Yamazaki

Quem já teve a oportunidade de dirigir por um período um veículo híbrido começa e reparar o quanto de combustível e energia é desperdiçado no automóvel a combustão.

Algumas pessoas comentam que só vale a pena a pessoa comprar um automóvel híbrido se o proprietário utilizar muito o carro, mas como demonstraremos abaixo, não se trata somente de um cálculo matemático (só aqui já vale), mas também de preservar o meio ambiente e consequentemente, a nossa saúde.

Ao ligar o Corolla híbrido, nenhuma vibração ou barulho do motor, pois o sistema elétrico sinaliza no painel (Ready) que o veículo está pronto para sair.

Novo painel de instrumentos está mais elegante e o painel multimídia está melhor posicionado. Foto: Amauri Yamazaki

Ao acelerar, o sistema de baterias e os dois motores elétricos são responsáveis por tirar o veículo da inércia e começar a rodar. A partir de um determinado momento que o sistema do carro sentir a necessidade de utilizar o motor a combustão, ele é acionado trabalhando em conjunto com o sistema elétrico para maximizar a condução do automóvel com o mínimo de utilização do motor a combustão.

O Corolla híbrido anda tranquilamente na cidade e na estrada dando conta das necessidades de locomoção do veículo. Para quem quer andar mais rápido, o motor 2.0 do Altis sem o sistema híbrido é mais ágil nas arrancadas e retomadas de velocidade, sendo sete mil reais mais barato na versão híbrida.

ACELERAÇÃO
A versão híbrida vai de 0 a 100 km/h em 11,6 segundos.
A versão com motor 2.0 vai de 0 a 100 km/h em 9,7 segundos (1,9 segundo a menos).

Uma das vantagens dos automóveis híbridos é que em boa parte do tempo o motor a combustão fica totalmente desligado contribuindo para a redução do nível de ruído e vibração do motor, aumentando o conforto para os passageiros.

MOTORES
4 cilindros, 1.8, VVT-i, 16V, ciclo Atkinson flex, com 101 cv de potência a 5.200 rpm e 14,5 kgf.m de torque a 3.600 rpm com etanol  e 98 cv com gasolina, trabalha em conjunto com mais 2 motores elétricos (MG1 e MG2) totalizando 72 cv de potência e 16,6 kgf.m de torque, proporcionando uma aceleração progressiva.

O sistema de propulsão é híbrido flex, sendo o primeiro automóvel híbrido flex do mundo.

Para proporcionar tranquilidade ao proprietário a Toyota proporciona 8 anos de garantia do sistema híbrido e 5 anos do restante do carro.

Motor 1.8 de quatro cilindros acoplado a dois motores elétricos. Tecnologia híbrida é mais inteligente e economiza combustível sendo menos poluente e silenciosa. Foto: Amauri Yamazaki

CÂMBIO CVT
Transmissão Direct Shift simula 10 marchas maximizando a potência do motor. Nos câmbios CVT convencionais a arrancada é um pouco lenta, mas no Corolla 2020 a Toyota introduziu uma primeira marcha para aumentar bastante a agilidade do carro.

CONSUMO
No período de avaliação o Corolla Altis Híbrido fez uma média de 14 km/l na cidade de São Paulo, apenas com o motorista sem bagagem.

Como a média de consumo do Corolla 2.0 é  ao redor de 9,5 km/l na cidade com gasolina, a versão híbrida é 47% mais econômica, compensando os R$ 7.000,00 que o modelo híbrido custa a mais.

Durante o período de avaliação após rodar 354.3 km, o consumo foi de 14 km/l com gasolina na cidade com um passageiro sem bagagem. Foto: Amauri Yamazaki

Abastecendo 40 litros (o tanque da versão híbrida tem 43 litros) na versão híbrida o proprietário vai gastar cerca de R$ 172,00 com uma autonomia ao redor de 550 km na cidade.

Quem for comprar um Corolla 2.0 se abastecer cerca de 42 litros de gasolina por semana (R$ 4,40 o litro) = R$ 184,80 (tanque tem capacidade para 50 litros) vai gastar cerca de R$ 739,00 por mês.

Com o modelo híbrido 47% mais econômico o motorista gastaria cerca de R$ 391,00 de gasolina por semana, economizando R$ 347,00 ao mês.

No ano, haveria uma economia de R$ 4.166,69 compensando boa parte dos cerca de R$ 7.000,00 de diferença que o híbrido custa, a mais.

O Toyota Prius é mais econômico e faz uma média de 17 km/l na cidade.

Já o Lexus UX híbrido com motor 2.0 faz cerca de 16 km/l na cidade em nosso período de avaliação.

CONFORTO
O Corolla é desenhado para transportar 5 adultos com conforto. Na linha 2020 a suspensão ficou um pouco mais dura, sendo que os proprietários mais velhos dos modelos anteriores do modelo devem reparar.

Bancos de couro em duas tonalidades. Foto: Amauri Yamazaki
Bom espaço para as pernas dos passageiros do banco traseiro com capacidade total para 5 adultos. Ausência de saída de ar-condicionado para os passageiros do banco traseiro faz falta. Foto: Amauri Yamazaki
Teto solar somente na versão Altis. Foto: Amauri Yamazaki

RECURSOS DE ASSISTÊNCIA DE DIREÇÃO – Toyota Safety Sense
Entre as novidades do Corolla Altis 2020 está o assistente de manutenção do veículo na faixa, piloto automático adaptativo e frenagem automática de emergência.  O assistente de manutenção na faixa é indicado para ser utilizado na estrada. Na cidade o recurso vai incomodar o motorista.

De acordo com a Toyota a carroceria da linha 2020 do Corolla está 60% mais rígida. Foto: Amauri Yamazaki
Porta-malas com capacidade para 470 litros. Foto: Amauri Yamazaki

TOYOTA COROLLA ALTIS Híbrido 2020 – Ficha Técnica

MOTOR: 4 cilindros, 1.8, VVT-i, 16V, ciclo Atkinson flex, com 101 cv de potência a 5.200 rpm e 14,5 kgf.m de torque a 3.600 rpm com etanol  e 98 cv com gasolina, trabalha em conjunto com mais 2 motores elétricos (MG1 e MG2) totalizando 72 cv de potência e 16,6 kgf.m de torque.

CÂMBIO: Transmissão Direct Shift  CVT simula 10 marchas maximizando a potência do motor.

SUSPENSÃO: Independente McPherson na dianteira e independente double wishbone na traseira.

RODAS E PNEUS: 17 polegadas com pneus 225/45/R17.

FREIOS:  Discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira, com ABS e ESP.

PESO: 1.445 kg.

DIMENSÕES: comprimento 4.630mm, largura 1.780mm, altura 1.455mm e entre eixos 2.700mm.

TANQUE DE COMBUSTÍVEL. 43 litros ( na versão 2.0 são 50 litros).

PORTA MALAS: 470 litros.

PREÇO: R$ 135.990,00 – Altis Híbrido 2020

GARANTIA DO SISTEMA HÍBRIDO: 8 anos

GARANTIA DO CARRO: 5 anos

Design sóbrio e elegante com a identificação do modelo híbrido nas laterais e na tampa do porta-malas. Foto: Amauri Yamazaki

O QUE FALTA NO COROLLA HÍBRIDO 2020

1 – Saída de ar-condicionado para os passageiros do banco traseiro. Honda Civic e Chevrolet Cruze trazem o recurso.

2 – Aviso de ponto cego nos retrovisores externos.

3 – Aviso sonoro de distância do para-choque traseiro.

4 – Freio de mão elétrico.

O QUE O COROLLA HÍBRIDO 2020 TEM DE SOBRA

1 – Alta tecnologia do sistema híbrido com relevante redução no consumo de combustível e emissão de poluentes, proporcionando elevada autonomia de rodagem.

2 – Confiabilidade, robustez e uma das melhores assistências técnicas do país.

3 – Valor de revenda.

4 – Garantia de 8 anos do sistema híbrido e 5 anos do restante do automóvel.

Logo do sistema híbrido está nas laterais e na tampa do porta malas. Foto: Amauri Yamazaki

Escreva um comentário