A Ferrari lançou hoje com grande pompa na Itália seu novo carro de F-1

São Paulo – SP

A Ferrari saiu na frente e foi a primeira equipe da F-1 a apresentar seu novo carro para esta temporada.

A equipe italiana que não ganha um título desde 2008, está sob pressão, e pretende dar a volta por cima com o SF 1000 que será pilotado pelo tetracampeão alemão, Sebastian Vettel (32), e pelo monegasco Charles Leclerc (22) que já conquistou a torcida italiana.

Leclerc declarou: “Mal posso esperar para começar a nova temporada. Fiz um ótimo trabalho para me preparar fisicamente e não repetir erros de 2019”.

Já o seu companheiro de equipe, Sebastian Vettel, disse: “É uma conquista incrível. São muitas horas investidas no desenvolvimento. Estou feliz com o resultado final. É um pouco mais vermelha que a do ano passado, eu achei muito bonita”.

O chefe da equipe, Mattia Binotto, afirmou: “Certamente o regulamento se manteve estável, então não é fácil transformar completamente o carro. O ponto de partida é o carro do ano passado, o SF-90, mas certamente fomos extremos em todos os conceitos, tanto quanto pudemos. Tentamos obter o máximo desempenho aerodinâmico e tentamos suavizar o nível de downforce, par que todo o carro, o layout da unidade de potência e a caixa de câmbio tenham sido realmente embalados para te uma forma mais estreita e final. ”

PRESENTAZIONE FERRARI SF1000 –
credit:   Ferrari Press Office

Ferrari lança novo carro de F-1

Binotto disse que por fora o carro pode parecer com o do ano passado, mas na verdade é bem diferente.

Neste ano, há mais destaque para os patrocinadores UPS e Hublot que dividem espaço com a Shell e a Ray-Ban.

A Ferrari cometeu erros em 2019 que custaram o terceiro lugar no campeonato de pilotos conquistado por Max Verstappen da Red Bull Honda.

Este ano, sob pressão, a equipe não pode cometer os mesmos erros sob pena de uma reestruturação do comando  do time.

Ainda não se sabe se Sebastian Vettel irá continuar na equipe para a próxima temporada.

Este ano a Ferrari vai completar 1000 GPs na F-1.

O lançamento teve a presença do controlador da Ferrari John Elkann. Ferrari

 

Em 2021, Charles Leclerc pode se tornar o primeiro piloto da Ferrari. Foto: Ferrari

Escreva um comentário