Disseminação do coronavírus cancela o Grande Prêmio da Austrália de F-1

São Paulo – SP

Após uma certa hesitação dos organizadores, foi anunciado às 20:11 minutos de Brasília, desta quinta-feira, o cancelamento do GP da Austrália de F-1, como medida preventiva contra a disseminação do coronavírus.

Os organizadores tentaram prosseguir com a prova, mas com a pressão das equipes de F-1 para o cancelamento da corrida, a FIA e a Australian Grand Prix Corporation (AGPC), anunciaram oficialmente o cancelamento.

” A Fórmula-1 e a FIA, com o apoio da Australian Grand Corporation decidiram que todas as atividades da F-1 para o Grande Prêmio da Austrália estão canceladas”, comunicou o chefe de comunicação da categoria, Liam Parker, através de um e-mail.

A categoria acompanhava de perto a evolução do coronavírus e com o alerta de pandemia global do vírus pela OMS, ganhou força a possibilidade do cancelamento da prova.

A primeira equipe a comunicar que não iria participar da prova foi a McLaren, quando ficou comprovado que um membro da equipe foi contagiado com o vírus.

A equipe McLaren foi a primeira a comunicar que não participaria do GP da Austrália devido a um contágio de um membro da equipe. Foto: McLaren

No entanto, metades das equipes que estavam dispostas a participar da prova como a Red Bull e a Alpha Tauri,  estavam prontas para ir para o primeiro treino livre, mas a Ferrari nem mandou os mecânicos para o autódromo.

De acordo com informações de dentro da Red Bull a segunda prova o GP do Bahrein no próximo final de semana também está cancelado.

Alguns pilotos como Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen deixaram a Austrália na manhã desta quinta-feira, mostrando que a prova poderia ser cancelada.

Sendo assim, a dúvida agora é se a estreia do GP do Vietnã programado para o dia 5 de abril será realizado.

A quarta etapa, o GP da China, também foi cancelada com bastante antecedência evitando os problemas que os organizadores do GP da Austrália irão enfrentar com a venda de ingressos.

A ideia é transferir o GP da Austrália para outra data ainda nesta temporada, mas vai ser difícil conseguir uma vaga devido ao grande número de corridas programadas para este ano, e pelo fato da prova australiana ser distante da Europa.

A equipe Williams e a Alfa Romeo distribuíram um comunicado dando suporte aos organizadores que cancelaram a corrida.

A ideia dos organizadores do GP da Austrália é prosseguir com as atividades de entretenimento que não envolvam a corrida.

O piloto francês Pierre Gasly e o ex-piloto inglês Damon Hill aproveitaram para pegar uma praia. Foto: Mark Thompson/Getty Images

Escreva um comentário