O Brasil registra 428 mortes nas últimas 24 horas e 6.329 óbitos acumulados pela Covid-19.

São Paulo – SP

O Estado de São Paulo registrou 136 mortes nas últimas 24 horas pelo coronavírus e no acumulado representa 39,67% das letalidades no país, seguido pelo estado do Rio de Janeiro com 14,55%.

Brasil registra 428 mortes nas últimas 24 horas. Justiça decreta “lockdown” no estado do Maranhão a partir do dia 4 de maio.

SÃO PAULO: O governador João Dória (62) e o prefeito da capital Bruno Covas (40) devem anunciar no dia 8 de maio, a terceira prorrogação da quarentena, caso o índice de isolamento continue na faixa dos 48/50%.

A partir do dia 4 de maio (segunda) a prefeitura de São Paulo irá realizar bloqueios no trânsito em quatro vias de grande fluxo da capital para desestimular a circulação de pessoas (Aeroporto de Congonhas, Radial Leste, Av. do Estado com Av. Santos Dumont na Zona Norte e na Av. Franciso Morato com Sapetuba).

Caso a prorrogação da quarentena seja realizada pela terceira vez cresce a possibilidade de mais demissões principalmente nas pequenas empresas como bares, restaurantes e comércio.

RIO DE JANEIRO: Está com as UTIs da rede pública lotadas e pacientes aguardam internação dentro das ambulâncias.

MANAUS: O prefeito da capital do estado do Amazonas, Arthur Virgílio (PSDB) culpou o presidente Jair Bolsonaro pelo fracasso no isolamento social.

Governador do Estado, Wilson Miranda Lima (40) é acusado de má gestão na saúde e Assembleia Legislativa aceita pedido de impeachment.

MARANHÃO: A justiça decretou lockdown em quatro cidades do estado devido ao avanço da pandemia que está muito acima da média para uma população de 7 milhões de habitantes.

Escreva um comentário