A Inglaterra ultrapassa a Itália em mortalidade e assume o segundo lugar no ranking mundial de letalidade do novo coronavírus.

São Paulo – SP

O Brasil bateu recordo hoje com o registro de 600 mortes nas últimas 24 horas.

ESTADOS UNIDOS: O presidente Donald Trump (73) tem se dedicado nos últimos dias a sugerir que a China fabricou o novo coronavírus em laboratório e disse que vai punir o país com tarifas.

Vendo sua popularidade cair durante a pandemia sua postura de culpar a China, pode ser uma estratégia para tentar reaproximar o eleitor para a sua reeleição.

Presidente Donald Trump está em plena campanha para a reeleição a Presidência dos EUA. Divulgação

INGLATERRA: Conseguiu ultrapassar a Itália e agora é o segundo país do mundo com mais mortos pela Covid-19 com 29.502 mortos.

FRANÇA: Deve ultrapassar a Espanha nos próximos dias e saltar da 4ª para a 3ª posição mundial em letalidade da pandemia.

BRASIL:  Ocupa a 7ª posição mundial em letalidade e tudo indica que o país ainda não atingiu o pico da pandemia. O relaxamento da quarentena será caso a caso, cidade por cidade.

Novo ministro da saúde Nelson Teich entrou com o objetivo de flexibilizar a quarentena, mas até agora diz que no momento (com casos subindo) não será possível.

Estado de São Paulo registrou 197 óbitos nas últimas 24 horas.

Presidente Jair Bolsonaro trocou o Ministro da Saúde há duas semanas visando o relaxamento da quarentena no Brasil. Divulgação

CHINA: Com uma população de 1 bilhão e 400 milhões de habitantes, registrou apenas 4 mortes pelo novo coronavírus nos últimos 4 dias.

ARGENTINA: Continua com um baixo índice de contaminação (4.887) e mortes (260).

EQUADOR: População sofre com o despreparo do governo central e as estatísticas não estão incluindo os óbitos pelo novo coronavírus que acontecem fora dos hospitais.

Escreva um comentário