O Brasil bate novo recorde com 881 vítimas pelo novo coronavírus em 24h.

São Paulo – SP

Os estados do Amapá e do Acre deram um grande salto esta semana em casos e mortes.

SÃO PAULO: O estado representa 31,85% de todas as mortes no Brasil, sendo que há 30 dias, representava 70%.

RIO DE JANEIRO: O estado representa 15,55% de todas as mortes no Brasil. Há 30 dias representava 13%.

MINAS GERAIS: Segundo estado mais populoso do país com 21 milhões de habitantes ocupa apenas a 11ª posição no ranking de contaminação da pandemia. Boa administração do governo estadual (Romeu Zema – Novo) está poupando vidas e recursos financeiros.

Brasil bate novo recorde com 881 vítimas do novo coronavírus em 24h.

ESTADOS UNIDOS: Ultrapassaram a marca dos 80.000 vítimas fatais pela pandemia e já começaram a reabrir gradativamente a epidemia. Dr.  Antony Fauci (79) do Instituto de Alergias e Doenças dos EUA, declarou que a reabertura pode ceifar vidas desnecessariamente.

Dr. Anthony Fauci é considerado a maior autoridade no novo coronavírus nos EUA. Divulgação

FRANÇA: Conforme prevíamos, ultrapassou a Espanha em casos fatais da Covid-19, neste 12 de maio.

CHINA: Está há 4 dias sem mortos pela Covid-19. Em 24 horas registrou apenas 1 caso de contaminação em uma população de 1 bilhão e 400 milhões de habitantes.

BRASIL: Novo ministro da Saúde, Nelson Teich, não recomenda o fim do isolamento social. Na cidade de São Paulo, o novo rodízio leva a população a uma taxa de 49% de isolamento social.

EQUADOR: Imprensa local acredita que o número de mortos é de pelo menos 100% acima do divulgado pelas autoridades (2.327).

ARGENTINA: Registrou até agora 317 mortos contra 12.400 do Brasil. Governo federal não registra dificuldade com a população para manter o isolamento.

Ministro da Saúde do Brasil Nelson Teich. Divulgação

Escreva um comentário