O estado de São Paulo registra 187 vítimas fatais nas últimas 24 horas, ficando o Brasil 816.

São Paulo – SP

O Estado de São Paulo representa 29,99% da mortalidade no país, sendo que há 30 dias registrava 70% do total.

Com o isolamento social o Brasil conseguiu achatar a curva da pandemia. Estado de São Paulo registra 187 vítimas nas últimas 24 horas.

SÃO PAULO:  O estado consegue manter uma média abaixo de 200 óbitos/dia, mesmo com a evolução da pandemia no país. Na capital a taxa de ocupação das UTIs públicas é de 89% e no estado 68,8%.

CEARÁ: Registrou nos últimos 7 dias uma explosão de casos e óbitos. No estado a ocupação das UTIs dos hospitais públicos é de 90%.

RIO DE JANEIRO: Ocupação de 98% das UTIs públicas em todo o estado.

AMAZONAS: As cidades de Tabatinga (68,3), Manacapuru (57,5), Autazes (53,1), Tefé (50,1), Iranduba (47,6) e Coari (41,1), registram os maiores índices de mortalidade do Brasil por 100.000 habitantes.

Taxa de 86% de ocupação das UTIs públicas. Uma tragédia no estado.

MINAS GERAIS: Com a segunda maior população do país o estado é destaque positivo em número reduzido de casos e mortes  pelo novo coronavírus.  Taxa de 59% de ocupação das UTIs públicas. Governador Romeu Zema (Novo) vem realizando um excelente trabalho na saúde pública.

Romeu Zema – Governador de Minas Gerais, exemplo de boa administração pública durante a pandemia. Divulgação

MINISTÉRIO DA SAÚDE: O presidente Jair Bolsonaro estuda com a sua equipe nomes para a substituição do ex-ministro Nelson Teich, que pediu demissão na sexta-feira, 15 de maio.

 

Escreva um comentário