O Johns Hopkins University retirou temporariamente o Brasil de sua estatística após o Ministério da Saúde alterar o informativo de casos e mortes no país, retirando os números acumulados da pandemia.

Brasil registra 904 vítimas fatais nas últimas 24 horas pelo novo coronavírus de acordo com o Ministério da Saúde.

O novo procedimento do Ministério da Saúde de divulgar (sem o acumulado) o informativo de casos e mortes às 22h (desde o dia 5 de maio) prejudica o monitoramento da OMS para acompanhar a pandemia na América do Sul.

O Brasil registrou 904 vítimas fatais pela Covid-19 nas últimas 24 horas.

ESTADOS UNIDOS: O país com mais casos do novo coronavírus registrou 577 vítimas fatais nas últimas 24 horas. Os protestos anti-racistas deixaram a pandemia em segundo plano.

INGLATERRA: Registrou 204 mortes pela pandemia nas últimas 24 horas.

ITÁLIA: Registrou 72 vítimas fatais nas últimas 24 horas.

ESPANHA: Registrou 1 morte nas últimas 24 horas.

CHINA: Não registra mortes pelo novo coronavírus há 8 dias consecutivos.

ÍNDIA: País com 1 bilhão e 360 milhões de habitantes apresenta grande evolução em novos casos e mortes.

MÉXICO: Registrou 625 vítimas fatais nas últimas 24 horas.

ARGENTINA: Registrou 27 mortes pela Covid-10 nas últimas 24 horas.

RELATÓRIO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

Relatório enviado hoje pelo Ministério da Saúde às 21:49.

Brasil registra 904 vítimas fatais nas últimas 24h

SÃO PAULO:  Com abertura gradual da economia a cidade de São Paulo registrou 109 km de congestionamento nesta sexta-feira, 5 de junho.

RIO DE JANEIRO: O governador Wilson Witzel (52) autorizou a reabertura de shoppings, restaurantes, bares e do futebol, mas o prefeito da capital Marcelo Crivella (62), vetou a flexibilização do governador.

Dos 7 hospitais de campanha do Rio somente 1 ficou pronto.

Escreva um comentário