Dificuldades causadas pela pandemia do novo coronavírus foram as causas do cancelamento definitivo.

A F-1 cancela os GPs do Japão, Singapura e Azerbaijão em 2020 em um comunicado enviado para à imprensa hoje pela manhã.

De acordo com o release, apesar destes 3 cancelamentos se somarem a outros 4 (Austrália, Mônaco, Holanda e França)  a F-1 está confiante que irá realizar entre 15 a 18 provas este ano, terminando o campeonato no meio de dezembro de 2020.

Nos autódromos de rua no Azerbaijão e em Singapura, os prazos necessários para a montagem da pista tornaram impossível a organização dos eventos em um período de incertezas provocados pela pandemia da Covid-19.

Com relação ao GP do Japão, apesar do país apresentar um  baixo índice de contaminação e letalidade, as restrições de viagens impostas pelo governo também levaram a decisão de cancelar definitivamente a corrida.

A temporada da F-1 neste ano deveria ter começado no dia 15 de março com o GP da Austrália, mas foi cancelada em cima da hora a poucos minutos antes do treino de sexta-feira, pois 7 das 10 equipes, se recusaram a ir para a pista.

Até agora a categoria confirmou apenas 8 provas com duas rodadas dupla.

O campeonato deste ano começa no dia 5 de julho com rodada dupla na Áustria e sem público na arquibancada.

Também são aguardados a confirmação da data do GP Brasil de F-1 deste ano e a renovação do contrato com a Prefeitura de São Paulo.

F-1 cancela os GPs do Japão, Singapura e Azerbaijão. Foto: Mark Thompson/Getty Images

 

Escreva um comentário