Hamilton assume a liderança do campeonato seguido por Bottas e Verstappen.

O inglês Lewis Hamilton vence o GP da Hungria acumulando 86 vitórias na F-1.

Hamilton está a apenas 5 vitórias do recorde de vitórias de Michael Schumacher. Foto: Mercedes

Em segundo cruzou a linha de chegada o holandês Max Verstappen, da Red Bull Honda, que antes da largada na volta de posicionamento no grid, bateu o carro de frente, após travar as rodas em uma freada danificando o bico e a suspensão dianteira.

Com o acidente todos acharam que a corrida de Verstappen estaria comprometida, contudo, a equipe conseguiu arrumar o carro e o holandês mais uma vez fez diferença terminando a prova a apenas 8,7 segundos de Hamilton, na segunda posição.

Max Verstappen terminou em segundo e agora ocupa a terceira posição no campeonato mundial de pilotos. Foto: Red Bull – Getty Images

Logo depois, cruzou a linha de chegada em terceiro o finlandês Valtteri Bottas da Mercedes.

Bottas teve uma largada ruim perdendo quatro posições antes da primeira curva.

Por outro lado, a Racing Point impressionou novamente com um excelente resultado terminando na quarta posição com o canadense Lance Stroll.

Largada

A largada foi dada com pista úmida e todos largaram com pneus intermediários, com Hamilton mantendo a ponta, seguido por Lance Stroll, Max Verstappen, Sebastian Vettel, Charles Leclerc, Valtteri Bottas e Sergio Perez.

Max Verstappen bateu a Red Bull Honda na volta de formação do grid antes da largada, mas a equipe conseguiu consertar o carro a tempo. Foto: Getty Images

Trocas de pneus

Como a chuva havia parado e havia pouca água na pista os pilotos foram cedo para os boxes para colocar pneus slick, sendo as duas Haas as primeiras a parar nos boxes.

Posteriormente, as equipes restantes também realizaram as trocas de pneus para pneus para pista seca.

Na quarta volta, a Williams liberou prematuramente do box o piloto canadense Nicholas Latifi, que acabou fechando a McLaren de Carlos Sainz, causando um toque.

Logo depois na primeira curva a Williams de Latifi rodou devido um furo no pneu traseiro direito devido o toque com a McLaren.

Nesse ínterim, Valtteri Bottas ultrapassou as Ferraris de Charles Leclerc e Sebastian Vettel e seguia em direção a Racing Point de Lance Stroll, que também foi superada pela Mercedes do finlandês.

Voltas finais

Faltando cinco voltas para o final, Alexander Albon da Red Bull vinha em sexto e conseguiu ultrapassar a Ferrari de Sebastian Vettel, assumindo a quinta posição.

Simultaneamente, Valtteri Bottas que vinha em terceiro apertou o ritmo e foi para cima de Max Verstappen para tentar ganhar a segunda posição, mas o holandês apertou o ritmo e conseguiu cruzar a linha de chegada em segundo.

Nesse ínterim, Lewis Hamilton que tinha uma grande diferença para Verstappen parou nos boxes para colocar pneus macios e fazer a melhor volta da prova, somando mais 1 ponto.

Hamilton próximo de bater outro recorde

Além de conquistar sua oitava vitória na Hungria, Hamilton acumula 86 vitórias, estando próximo ao recorde do heptacampeão Michael Schumacher com 91.

Próxima Corrida: GP da Inglaterra de F-1 – dia 2 de agosto 2020 – Silverstone

Hamilton vence GP da Hungria com Verstappen em segundo. O inglês fez a melhor volta da prova acumulando mais 1 ponto no campeonato de pilotos.
Pódio do GP da Hungria de F-1 2020. Foto: Leonhard Foeger/ Getty Images
Red Bull Honda assumiu o segundo lugar no campeonato de construtores.
Com a vitória Hamilton assume a liderança do campeonato seguido por Bottas e Verstappen.
O canadense Lance Stroll fez uma excelente corrida e terminou na quarta posição. Foto: RP

Masashi Yamamoto chefão da Honda na Fórmula-1. Foto: Getty Images
Alexander Albon fez uma boa corrida e terminou na quinta posição na Hungria. Foto: Darko Bandic/ Getty Images

Festa da Mercedes no pódio. Foto: Mercedes

Escreva um comentário