Versão híbrida roda silenciosamente com 35 a 40% a mais de economia de combustível na cidade.

Corolla híbrido é livre de rodízio em SP

A Toyota do Brasil foi a montadora pioneira na introdução da tecnologia híbrida de motorização automotiva com o lançamento do Prius, em 2015.

Na época, todas as montadoras achavam que era “cedo demais” para introduzir a tecnologia híbrida país, sendo que ela já era popular nos EUA, Europa e Japão, visando não só a economia de combustível, mas principalmente a redução na emissão de poluentes.

Contudo, passados cinco anos, a Toyota é a única montadora a fabricar um veículo híbrido no Brasil, sendo que as demais 16 montadoras de automóveis nem comentam o assunto.

Uma das vantagens do modelo híbrido está na isenção do rodízio municipal praticado pela cidade de São Paulo.

Atualmente pela legislação da cidade, os automóveis híbridos ficam livres do rodízio inclusive o que foi implementado especialmente durante o período da pandemia do novo coronavírus.

Corolla híbrido é livre do rodízio municipal da cidade de São Paulo. Foto: Amauri Yamazaki

Motorização

Motor 4 cilindros, 1.8 flex a combustão, com 101 cv de potência, mais dois motores elétricos que produzem 72 cv.

Além disso, o funcionamento do sistema híbrido é ilustrado no painel multimídia que mostra quando o veículo está rodando com o motor a combustão, quando roda somente no modo elétrico e quando as baterias estão sendo recarregadas automaticamente nas freadas e descidas.

Assim como na cidade, o Corolla híbrido roda boa parte do trecho com os motores elétricos nos congestionamentos e nas manobras.

Motor 4 cilindros, 1.8 flex a combustão trabalha em conjunto com 2 motores elétricos levando o carro de 0 a 100 km/h em 11,6 segundos. Foto: Amauri Yamazaki

Câmbio

Pegou o mesmo câmbio CVT do Toyota Prius, contudo o acerto ficou perfeito.

Consumo de combustível

De acordo com o computador de bordo durante nosso período de avaliação o modelo fez 13,5 km/l com etanol na cidade e 14 km/l na estrada. Autonomia na cidade gira em torno de 540 km.

Computador de bordo do Corolla Altis híbrido mostra o consumo médio de combustível. Foto: Amauri Yamazaki

Interior

Confortável com tela multimídia flutuante de 8 polegadas vem equipado de linha com 7 airbags (laterais, frontais, cortina e joelho do motorista). Ar-condicionado de duas zonas. Divulgação

Piloto automático adaptativo controla a distância para o carro da frente freando sozinho e alerta de saída de faixa trabalha fazendo uma leve correção no volante, além de emitir sinal sonoro e visual.

Pacote Premium

Inclui teto-solar, banco do motorista com ajustes elétricos, ar-condicionado digital de duas zonas, sensor de chuva  e retrovisores com rebatimento elétrico.

Bancos em duas tonalidades. Divulgação

Tanque de combustível

Tem capacidade para apenas 43 litros que proporciona  uma autonomia ao redor de 540 km na cidade. Por outro lado, se fosse mantido o tanque anterior de 50 litros proporcionaria maior autonomia ao modelo.

Porta Malas

Capacidade para 470 litros. Nesse sentido é um automóvel para a família.

Garantia do Corolla híbrido

De acordo com a Toyota, o modelo tem 8 anos de garantia para a bateria do sistema híbrido e dos dois motores elétricos. Logo depois do vencimento da garantia a bateria do sistema híbrido deve ser trocada com o proprietário arcando com o custo da peça e da mão de obra.

Enfim, 8 anos de garantia proporcionam uma boa segurança para quem for comprar o automóvel 0 km ou semi-novo.

Em contrapartida, no Corolla sem o sistema híbrido tem prazo da garantia de 3 anos.

Porta-malas tem capacidade para 470 litros. Foto: Amauri Yamazaki

O que falta no Corolla híbrido

Aviso de ponto cego nos espelhos retrovisores externos. Atualmente este recurso está disponível em modelos da concorrência.

Saída de ar-condicionado para os passageiros do banco traseiro.

Conclusão

Definitivamente, o Corolla Altis híbrido é um sucesso consagrado de engenharia e vendas proporcionando um locomoção silenciosa, com uma redução robusta no consumo de combustível e na emissão de poluentes.

Atualmente o Corolla é o único automóvel híbrido fabricado no Brasil e o único do mundo, flex combustível.

Portanto, vale a pena pagar a mais pelo modelo pelo o que ele proporciona.

Simultaneamente a Lexus (marca de luxo da Toyota) só vende automóveis híbridos no país.

Ficha Técnica Corolla Altis híbrido

Motor: 4 cilindros, dianteiro, 1.8 flex, 16V, transversal, comando duplo variável + 2 motores elétricos (MG1 e MG2).

Potência: Motor a combustão 98/101 cv de potência a 5.200 rpm, torque 14,5 kgfm a 3.600 rpm. Elétricos: 72 cv e 16,6 kgfm.

Transmissão: CVT com tração dianteira.

Rodas e pneus: Liga leve aro 17 polegadas  com pneus 225/45 R17.

Freios: Discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira com ABS e ESP.

Peso: 1.445 kg.

Dimensões: 4.630 mm de comprimento, 1.780 mm de largura e 2.700 mm entre-eixos.

Preço Altis Hybrid: R$ 137.890,00.

Preço Altis Hybrid com pacote premium: R$ 145.390,00 (+ R$ 7.500,00).

Corolla híbrido é livre de rodízio na cidade de São Paulo. Foto: Amauri Yamazaki

A princípio, um novo SUV baseado no Corolla deve ser fabricado no país.

Escreva um comentário