Estratégia e equilíbrio da Red Bull Honda foram determinantes para derrotar as Mercedes.

Max Verstappen vence o GP dos 70 anos da F-1

Surpresa no GP comemorativo da F-1 em Silverstone com a vitória de Max Verstappen neste domingo.

A princípio as duas Mercedes eram favoritas para vencer a prova pois fizeram dobradinha no último domingo. Além disso, conquistaram o primeiro e segundo lugares no treino de classificação e mantiveram a ponta após a largada.

Na largada, o finlandês Valtteri Bottas manteve a ponta, seguido por Hamilton, Verstappen, Hulkenberg, Ricciardo, Stroll e Gasly.

O tetracampeão Sebastian Vettel da Ferrari que havia largado em 13º rodou sozinho na primeira curva e caiu para a última posição.

Porém, após 11 voltas as duas Mercedes não conseguiram abrir uma grande diferença para a Red Bull Honda de Max Verstappen que largou com pneus duros, ao passo que as Mercedes largaram de pneus médios que logo começaram a formar bolhas.

Verstappen assume a ponta

Na 15ª volta, Max Verstappen assumiu a ponta após as duas Mercedes pararem nos boxes para a troca de pneus para colocar compostos duros.

Todos achavam que as Mercedes iriam se aproximar de Verstappen, contudo a Red Bull Honda do holandês apresentava um excelente equilíbrio e seguia na ponta com 13,7 segundos de vantagem para Valtteri Bottas.

Verstappen só parou para a troca de pneus na 27ª volta, retornando atrás da Mercedes de Bottas, mas após algumas curvas o holandês conseguiu ultrapassar o finlandês e reassumir a ponta.

Na 33ª volta, Verstappen e Bottas entraram juntos nos boxes para a segunda troca de pneus sendo que a Red Bull Honda foi mais rápida na troca e conseguiu manter a liderança do holandês.

Verstappen cruzou a linha de chegada com uma vantagem de 11,3 segundos sobre a Mercedes de Lewis Hamilton. Foto: Bryn Lennon/Getty Images

Ferrari

Nesse meio tempo, a Ferrari de Charles Leclerc ocupava a 4ª posição enquanto Sebastian Vettel seguia na 12ª colocação. Leclerc tem superado Vettel em todas as provas desta temporada.

Charles Leclerc saltou a Ferrari e terminou na 4ª posição. Foto: Ferrari Media

Voltas finais

Faltando duas voltas para o final (total de 52 voltas) Lewis Hamilton foi para cima do seu companheiro de equipe Valtteri Bottas e conquistou a segunda posição.

Hamilton ainda tentou andar forte para se aproximar de Max Verstappen, mas a diferença era de 8,8 segundos e a Red Bull Honda do holandês seguia com equilíbrio na ponta.

No final, Verstappen cruzou a linha de chegada em primeiro conquistando a sua 9ª vitória na F-1.

A estratégia utilizada pela Red Bull de colocar pneus duros no carro do holandês foi determinante para a vitória neste domingo, pois o carro manteve-se equilibrado e o piloto pode parar bem depois das duas Mercedes.

Próxima Corrida

GP da Espanha: 16 de agosto – largada às 10:10.

Max Verstappen vence o GP dos 70 anos da F-1.
Red Bull assume a segunda posição entre os construtores.
Max Verstappen assume a segunda posição no campeonato de pilotos.
Vitória no mérito de Max Verstappen da Red Bull Honda no GP que comemorou os 70 anos da F-1. Foto: Frank Augstein-Getty Images
Toyoharu Tanabe e Masashi Yamamoto da Honda comemoram a vitória no GP dos 70 anos da F-1 em Silverstone. Foto: Mark Thompson/Getty Images
O inglês Lewis Hamilton pode conquistar seu sétimo título de pilotos na F-1 nesta temporada. Foto: Mercedes
Red Bull Honda consolida-se como a segunda força na F-1 nesta temporada. Foto: Rudy Carezzevoli/Getty Images

Escreva um comentário