Se vencer neste domingo o inglês estará a apenas uma do recorde de 91 vitórias na F-1 de Michael Schumacher.

Hamilton conquista 94ª pole na F-1 em Monza

O inglês Lewis Hamilton (35) não deu chance para o seu companheiro de equipe o finlandês Valtteri Bottas da Mercedes e conquistou a pole position para o GP da Itália, oitava etapa do campeonato deste ano.

Além da pole, Hamilton bateu o recorde da pista e fez a volta mais rápida da F-1 ao cravar uma velocidade média de 264,3 km/h no Q3.

Em terceiro ficou o espanhol Carlos Sainz da McLaren com o tempo de 1:19.965 para alegria da McLaren.

Todavia, Sainz vai para a Ferrari em 2021 sendo que a equipe italiana atravessa um dos seus piores períodos na F-1.

Nesse ínterim, o holandês Max Verstappen da Red Bull Honda reclamou do carro e ficou apenas a quinta posição.

A princípio, Verstappen e Pierre Gasly da AlphaTauri Honda esperam fazer uma boa corrida e marcar pontos no domingo.

Contudo, Verstappen disse que há uma grande diferença de performance entre as Mercedes e os demais carros com quase 1 segundo de vantagem por volta para a equipe alemã.

FERRARI

A Ferrari foi mal novamente com Charles Leclerc conquistando a décima terceira posição e o tetracampeão Sebastian Vettel ficando apenas com a décima sétima posição.

Os dois pilotos reclamaram bastante do carro dizendo que está muito difícil manter os carros na pista.

Além disso, Vettel reclamou do momento que a Ferrari o liberou no final do Q1, quando o alemão pegou um congestionamento e não conseguiu fazer uma boa volta.

LARGADA

A largada para o GP da Itália de F-1 está prevista para às 10:10 deste domingo.

Serão 53 voltas no circuito de Monza com 5.793 metros.

É a primeira vez desde 1984 que as duas Ferraris vão largar fora dos dez primeiros do grid.
O espanhol Carlos Sainz da McLaren fez o terceiro tempo. Foto: McLaren
Valtteri Bottas não consegue acompanhar Lewis Hamilton nos treinos e na corrida. Foto: Mercedes

Escreva um comentário