Versão aventureira é robusta, bem equipada e vem com 139 cv de potência a partir de R$ 69.990,00.

Andamos no Fiat Argo Trekking 1.8 flex automático.

Após o sucesso de vendas Argo Trekking com motor 1.3 a Fiat não perdeu tempo e colocou no mercado o Argo Trekking 1.8 com transmissão automática.

Com motor mais forte o Trekking 1.8 ficou mais agradável de dirigir já que os 139 cv de potência e 19,3 kgfm de torque, tornam a condução mais ágil que a versão 1.3.

O modelo arranca bem e não sofre nas subidas e ultrapassagens proporcionando segurança para o motorista.

A primeira vista parece que foi só uma estilização, mas na verdade a Fiat caprichou na robustez do modelo.

Suspensão elevada

Uma das características da versão Trekking está na suspensão elevada (+ 4 cm) com uma nova carga de molas, amortecedores e barra estabilizadora.

O teto vem adesivado na cor preto brilhante, capas dos espelhos externos e aerofólio traseiro, adesivos no capo do motor, portas e tampa do porta-malas traseiro, também em preto.

Suspensão elevada em 4 cm e melhor absorção de impacto em terrenos irregulares. Carroceria robusta e rodas de aço de 15 polegadas. Foto: Amauri Yamazaki

Conta ainda com faróis com filete em LED, ponteira de escapamento diferenciada e logotipo da Fiat em preto.

Por fora, os apliques nos para-lamas, pneus de uso misto e detalhes na cor preta, o identificam na versão Trekking.

No interior, revestimento em preto nos bancos, teto e colunas.

A versão traz de série vem com sistema multimídia Uconnect de 7 polegadas touchscreen com Apple CarPlay e Android Auto. Foto: Amauri Yamazaki
Volante com comandos na parte da frente e de trás e tela multimídia bem posicionada facilita a leitura das informações. Ar-condicionado digital de uma zona.Foto: Amauri Yamazaki

Como opcionais, estão disponíveis a câmera de ré e novos kits que trazem para a versão Trekking conteúdos tecnológicos  como:

Tech, com quadro de instrumentos 7″ em TFT,

Ar-condicionado digital de uma zona,

Retrovisores externos com rebatimento elétrico e luz de conforto,

Retrovisores externos rebatíveis com luz cortesia. Foto: Fiat

Keyless entry’n’go, sensor de chuva e crepuscular e retrovisor interno eletrocrômico,

Stile, com apoia braço no banco do motorista, volante revestido em couro, piloto automático, câmbio tipo borboleta com trocas de marchas atrás do volante, bancos revestidos em couro ecológico e banco traseiro bi partido.

Performance

Na pista, o Argo Trekking 1.8 automático faz de 0 a 100 km/h em 12,3 segundos.

Consumo

Como resultado, o consumo de combustível com etanol foi de 6,3 km/l na cidade, conforme indicação do computador de bordo.

Consumo de 6,3 km por litro com etanol na cidade somente com o motorista e sem bagagem. Foto: Amauri Yamazaki
O Argo Trekking vem com bom espaço para os passageiros do banco traseiro. Foto: Amauri Yamazaki
Adesivos Trekking e aerofólio pintado em preto. Foto: Amauri Yamazaki

Ficha Técnica

Motor: dianteiro, transversal 4 cilindros, 1.747 cm3, comando simples, flex combustível.

Potência: 135 cv com gasolina/ 139 cv com etanol

Torque: 18,8 kgfm com gasolina / 19,3 kgfm com etanol

Motor 4 cilindros, 1.8, flex, 16V, rende 139 cv de potência com etanol. Foto: Amauri Yamazaki

Suspensão dianteira: McPherson

Suspensão traseira: Eixo de torção

Rodas: 15 polegadas

Pneus: 205/60 R15

Freios dianteiros: Discos ventilados com ABS

Freios traseiros: Tambores com ABS

Peso: 1.263 kg

Comprimento: 3.998 mm

Entre-eixos: 2.521 mm

Largura: 1.724 mm

Altura: 1.568 mm

Porta Malas: 300 litros

Tanque de combustível: 48 litros

Porta-malas tem capacidade para 300 litros. Foto: Amauri Yamazaki

Enfim, um hatch aventureiro com motor 1.8, câmbio automático, boa robustez e preço bem competitivo.

Logo, o Argo Trekking 1.8 AT é uma excelente opção para quem quer um carro que ande bem, seja robusto e não sofra com as irregularidades de nossas ruas e estradas.

Andamos no Fiat Argo Trekking 1.8 flex. Foto: Amauri Yamazaki

Escreva um comentário