O estado de São Paulo registrou 39 mortes pela pandemia nas últimas 24h.

Rússia registra 479 óbitos em 24h e o Brasil 431.

A pandemia tem ganhado força na Rússia nas últimas 3 semanas.

EUA: 1.638 mortes em 24h. O país prepara novo pacote com ajuda de US$ 2.000,00 por pessoa para os mais necessitados.

BRASIL: 431 mortes em 24h. Ex-ministro da Justiça Sérgio Moro criticou demora para o início da vacinação no país. Logo depois, Bolsonaro declarou que os laboratórios é que devem procurar o Brasil.

ÍNDIA: 279 mortes em 24h. Porém, tudo indica que o governo indiano está administrando as estatísticas.

MÉXICO: 400 mortes em 24h. As estatísticas não parecem confiáveis e o país testa pouco o novo coronavírus.

ITÁLIA: 195 mortes em 24h. Nesse sentido a pandemia diminuiu nos últimos dias.

INGLATERRA: 357 mortes em 24h. Ao mesmo tempo a vacinação já começou.

FRANÇA: 536 mortes em 24h.  Simultaneamente, o governo não vem atualizando as estatísticas regularmente.

RÚSSIA: 479 mortes em 24h. Todavia, a vacinação já começou.

ESPANHA: 298 mortes em 48h.

ARGENTINA: 149 mortes em 24h. Contudo, o governo ainda não anunciou o cronograma da vacinação.

COLÔMBIA: 228 mortes em 24h.

PERU: 106 mortes em 24h. Porém, os números não são confiáveis.

ALEMANHA: 475 mortes em 24h. Definitivamente, as infecções estão aumentando.

POLÔNIA:  Não atualizou a estatística. Apesar disso tem a situação sob controle.

CHILE: Não atualizou a estatística. Por outro lado, o governo segue atento a evolução da pandemia.

CHINA: 3 mortes em 24h. Em contrapartida, ninguém dá crédito as estatísticas do país.

Rússia registra 479 óbitos em 24h e o Brasil 431.

 

COMPARTILHAR

Escreva um comentário