Linha 2021 agregou novos equipamentos em todas as versões.

Honda City 2021 ganha mais equipamentos.

A Honda do Brasil lançou no final do ano passado a linha 2021, do City, o sedã de entrada da montadora.

Reconhecido pelo amplo espaço interno, conforto e agilidade no trânsito, o sedã ganhou novidades para aumentar a comodidade.

O sedã tem excelente visibilidade, responde rápido aos comandos do motorista e proporciona um amplo espaço para os passageiros do banco traseiro, além de ter um dos maiores porta-malas da categoria.

Todas as versões do City 2021 passam a trazer, de série, faróis com regulagem elétrica de altura e sensor crepuscular, para acendimento automático dos faróis.

Design elegante do Honda City permanece atrativo. Foto: Amauri Yamazaki

Tanto a EX como a EXL ganham bolsa porta-revistas atrás do banco do motorista, item já existente no banco do passageiro.

A versão LX agrega uma nova central multimídia de 7″, já presente na versão EX, com os sistemas Apple CarPlay e Android Auto, que permite a operação de mapas do Waze e Google Maps, além de músicas via Bluetooth.

Painel de instrumentos de fácil leitura, sistema multimídia de 7 polegadas e ar-condicionado digital a partir da versão EX . Foto: Amauri Yamazaki

Também incluiu o sistema HFT (Hands Free Telephone) com a função Voice Tag (Reconhecimento de Voz) no volante, que permite atender e realizar chamadas, reproduzir músicas, entre outras funcionalidades.

Além disso, a central multimídia oferece a visualização da câmera de ré com três ângulos de visão e indicação de distância em cores, além de regulagem de áudio.

Bem como, foram adicionados quatro tweeters para complementar o sistema sonoro.

Por fim, as versões LX, Personal e DX passam a oferecer bolsa porta-revistas atrás do banco do passageiro.

Sofisticado, eficiente e seguro

O City apresenta design moderno e refinado. Os faróis trazem luzes de rodagem diurnas em LED integradas de série, em todas as versões.

A EXL possui um conjunto com luzes em LED, tanto para o farol baixo como para o alto, ampliando a segurança de rodagem em ambientes de baixa iluminação.

Todavia o sedã traz painel de desenho sofisticado com ar-condicionado digital full touchscreen (nas versões EX e EXL), além de muito espaço interno e amplo porta-malas, de 536 litros de capacidade.

Em todas as versões, o City oferece itens de série como: ar-condicionado (manual nas versões DX, Personal e LX, e digital touchscreen na EX e EXL); sistema Bluetooth, entrada USB; direção elétrica; acionamento elétrico para travas das portas e vidros; volante com ajuste de altura e profundidade e chave do tipo canivete com sensor.

Espaço para os passageiros do banco traseiro é um dos principais atrativos do City. Foto: Amauri Yamazaki

Motor

Toda a linha City é equipada com o motor 1.5 i-VTEC FlexOne, com controle eletrônico variável de sincronização e abertura de válvulas.

Ao passo que a tecnologia i-VTEC, varia o tempo e a profundidade de abertura das válvulas para obter a máxima eficiência em diferentes regimes de rotação.

Assim, oferece excelente desempenho e economia de combustível.

Com etanol, o motor gera 116 cv de potência a 6.000 rpm e 15,3 kgf.m de torque a 4.800 rpm. Contudo, com gasolina, são 115 cv a 6.000 rpm e 15,2 kgf.m a 4.800 rpm.

O torque em baixa rotação é bem superior ao do concorrente Chevrolet Onix Plus.

Motor 4 cilindros, flex, 1.5, vem com 116 cv de potência a 6.000 rpm e 15,3 kgfm de torque a 4.800 rpm. Durante o período de avaliação o consumo com gasolina foi de 10,4 km/l na cidade e 14,3  km/l na estrada. Foto: Amauri Yamazaki

As versões Personal, LX, EX e EXL trazem a transmissão CVT com conversor de torque, melhora a força de tração em baixas velocidades, proporcionando uma resposta mais rápida com economia de combustível.

Ao passo que as versões EX e EXL possuem simulação de 7 marchas por meio dos paddle shifts no volante.

Além disso, o sedã traz a carroceria com tecnologia ACE (Advanced Compatibility Engineering) projetada para distribuir de maneira uniforme a energia de um impacto.

Dessa forma, ela dispersa de maneira mais uniforme a força transferida para outros veículos envolvidos na colisão.

Além dos dois airbags frontais, de série em todas as versões, a EX traz ainda dois airbags do tipo laterais.

A EXL, por sua vez, possui também as bolsas infláveis laterais do tipo cortina, totalizando seis airbags.

Atualmente todas as versões do City trazem, de série, freios ABS com EBD, cintos de segurança de três pontos e sistema ISOFIX de fixação de cadeirinha.

Sobretudo, o amplo espaço para os passageiros do banco traseiro está entre os principais atrativos do modelo. Foto: Amauri Yamazaki

Comercialização

De acordo com a montadora a linha 2021 do City está disponível em cinco versões – DX, Personal, LX, EX e EXL.

Todas as versões trazem as seguintes opções de cores:

Branco Tafetá (sólida), Azul Boreal, Prata Platinum e Cinza Barium (metálicas), Branco Estelar e Preto Cristal (perolizadas). Por último, a linha possui 3 anos de garantia, sem limite de quilometragem.

Porta-malas com capacidade para 536 litros. Foto: Amauri Yamazaki

Valores Honda City 2021:

DX – R$ 67.800,00
Personal – R$ 68.190,00
LX – R$ 82.100,00
EX – R$ 87.400,00
EXL – R$ 93.100,00

O Honda City possui 3 anos de garantia sem limite de quilometragem. Foto: Amauri Yamazaki

Honda City 2021 ganha mais equipamentos

COMPARTILHAR

Escreva um comentário