As novidades este ano são o motor Mercedes e o piloto australiano Daniel Ricciardo.

McLaren é a primeira equipe a apresentar o carro de 2021

A equipe inglesa McLaren saiu na frente e foi a primeira equipe da F-1 a apresentar o carro de 2021.

A novidade principal está no novo motor Mercedes que substitui o Renault, com a expectativa de um ganho de potência e confiabilidade.

A equipe agora conta com o piloto australiano Daniel Ricciardo (31) que veio da Renault e vai ocupar o lugar que era ocupado pelo espanhol Carlos Sainz, que foi para a Ferrari.

Ricciardo vai ganhar o equivalente a 10,2 milhões de libras/ano (R$ 75,5 milhões/ano) sendo o terceiro piloto mais bem pago da categoria, empatado com o monegasco Charles Leclerc.

A  Mercedes foi parceira da McLaren por muitos anos e juntos conquistaram dois títulos mundiais com o piloto finlandês Mika Rakkinen.

Daniel Ricciardo é o terceiro piloto mais bem pago da F-1, junto com Charles Leclerc. McLaren

2021

Apesar das novidades, o CEO da McLaren, o norte-americano Zak Brown disse que ainda não espera lugar pelas primeiras posições com a Mercedes e a Red Bull, pois o carro vai precisar de ajustes com a nova unidade de potência.

Segundo Andreas Seidl, chefe de equipe da McLaren, toda a área de refrigeração, eletrônica  e câmbio tiveram de ser revistas com o novo motor.

Porém, o norte americano disse que tem uma das duplas de pilotos mais fortes do campeonato.

Além disso, a McLaren terminou 2020 em terceiro lugar no Campeonato de Construtores ultrapassando a Racing Point, na última prova em Abu Dhabi.

Com isso, vai receber o terceiro maior orçamento da Formula One Management pelos direitos de transmissão da temporada.

McLaren –  MCL35M. A letra M é referente ao motor Mercedes. Foto: McLaren

McLaren é a primeira equipe a apresentar o carro de 2021

COMPARTILHAR

Escreva um comentário