Série especial vem com pintura em duas cores e sistema de som Bose a partir de R$ 113.990,00.

Renault Captur Bose 1.6 AT vem com 120 cv de potência.

Andamos no Renault Captur Bose 2021, versão para quem curte um sistema de som caprichado.

Além do sistema de som, a série Bose é identificada pela pintura em duas cores com o teto de cor diferente do resto do veículo, sendo o veículo testado na cor preto com teto prata e retrovisores prata.

Uma das coisas que caracterizam o Captur é seu design imponente e harmônico e sua grande distância do solo (212 mm), a maior no segmento.

Com essa distância do solo o motorista enfrenta com tranquilidade obstáculos como lombadas e buracos característicos do sistema viário brasileiro.

Rodas de liga-leve de 17 polegadas e elevada altura do solo fazem com que o Captur enfrente com facilidade lombadas e buracos. Foto: Amauri Yamazaki

O Captur é fácil de dirigir, possui uma grande área envidraçada e em conjunto com a posição elevada facilita as manobras.

Além disso, o motor 1.6 e o câmbio automático X-Tronic ganharam uma nova calibragem na versão 2021, proporcionando mais agilidade no trânsito. O ganho é relevante e apresenta um ganho com relação a versão anterior.

A direção elétrica é um pouco pesada para mulheres e idosos, se comparada com os SUVs da concorrência, um ponto a ser desenvolvido na próxima geração.

Painel de instrumentos do Captur tem tela multimídia de 7 polegadas. Foto: Amauri Yamazaki

O painel de instrumentos do SUV é analógico e poderia vir com mais informações simultâneas.

Quando o motorista quer ver o consumo médio de combustível, por exemplo,  não aparecem outras informações como: alcance, distância A ou B, temperatura do motor, e etc.

Contudo, se o painel de instrumentos mostrasse mais informações simultâneas o motorista não precisaria ficar apertando o botão do computador de bordo.

Sistema de Som

O sistema de som Bose é dotado de dois tweeters na dianteira, um alto falante em cada porta e um subwoofer no porta-malas embutido na lateral.

Além disso, o sistema vem com amplificador digital de sete canais e equalizador que pode ser comandado por meio da central multimídia de 7 polegadas.

O sistema multimídia inclui câmera de ré e compatibilidade com Android Auto e Apple CarPlay.

Nesse sentido, o sistema de som e os detalhes de acabamento agregam requinte ao modelo.

Alto-falantes Bose. Foto: Amauri Yamazaki

Bancos

Os bancos são revestidos com imitação de couro, também chamado de couro ecológico, também adotado por outros fabricantes.

Espaço para cinco passageiros com revestimento imitando couro na versão Bose. Foto: Amauri Yamazaki

Chave-Cartão

A “chave” do Captur é um cartão que pode ficar o tempo todo no bolso do motorista e quando este sai do carro, as portas travam sozinhas e os retrovisores recolhem automaticamente.

A princípio, entre os equipamentos de série estão as rodas de liga leve de 17 polegadas, botão de ignição/partida, farol de neblina com auxiliar de curva, controlador-limitador de velocidade, 4 airbags e ar-condicionado automático.

Design do Renault Captur agrada mais que o do concorrente VW T-Cross. Foto: Amauri Yamazaki

Motor

Transversão, 4 cilindros, 1.597 cc, flex, 16V, com 120 cv de potência abastecido com etanol e 118 cv abastecido com gasolina.

De acordo com a montadora o torque é de 16,2 kgfm com etanol ou gasolina.

A versão 2022 vai ganhar um motor turbo mais moderno.

Motor quatro cilindros, flex, 1,6, 16V, com 120 cv de potência abastecido com etanol. Foto: Amauri Yamazaki
O porta-malas com capacidade para 437 litros. Foto: Amauri Yamazaki

Ficha Técnica Renault Captur

Motor: 4 cilindros em linha, 1.597 cc, flex, 16V, com 118 cv de potência com gasolina e 120 cv com etanol.

Torque: 16,2 kgfm a 4.000 rpm a gasolina / 16,2 kgfm a 4.000 rpm com etanol.

Aceleração 0 a 100km/h: 11,9 segundos com etanol e 13,4 segundos com gasolina.

Velocidade Máxima: 168 km/h com gasolina e 169 km/h com etanol.

Rodas/Pneus: Roda de alumínio e Pneu 215/60 R17 Continental.

Suspensão dianteira: McPherson, triângulos inferiores, amortecedores hidráulicos telescópios e molas helicoidais.

Suspensão traseira:  Semi independente com barra estabilizadora, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos telescópios verticais.

Freios: Discos ventilados na dianteira, tambor nas rodas traseiras, ESP (controle eletrônico de estabilidade), ABS e assistente de partida em rampas (HSA).

Direção: Eletro-hidráulica, com diâmetro de giro de 10,7 metros.

Câmbio: Automático CVT X-Tronic com opção de troca sequencial de 6 velocidades.

Comprimento: 4.329 mm.

Entre-eixos: 2.673 mm.

Altura: 1.619 mm.

Largura: 1.813 mm sem os retrovisores.

Porta Malas: 437 litros.

Peso: 1.286 kg.

O design é um dos pontos fortes do Renault Captur. Foto: Amauri Yamazaki

Renault Captur Bose 1.6 AT vem com 120 cv.

 

COMPARTILHAR

Escreva um comentário