A categoria informou que a Turquia vai substituir o GP do Canadá em 2021.

F-1 confirma GP da Turquia no lugar do Canadá.

Devido as tribulações provocadas pela pandemia do coronavírus, a F-1 foi obrigada a realizar a segunda mudança no calendário deste ano.

A primeira foi a alteração do GP da Austrália que abriria a temporada de 2021, para o dia 21 de novembro, logo após o GP São Paulo de F-1.

Com a alteração, o GP da Turquia será disputado no dia 13 de junho.

A corrida na Turquia teve início em 2005 com a presença do famoso ditador Muamar Khadafi.

Os organizadores continuaram até 2011, quando o GP saiu do calendário.

Em 2020, a prova retornou a categoria com vitória do inglês Lewis Hamilton da Mercedes.

O brasileiro Felipe Massa venceu o GP da Turquia em 2006, 2007 e 2008 pela Ferrari.

Contudo, o Grande Prêmio do Canadá deve voltar ao calendário em 2022, já que foi assinada uma extensão de dois anos no contrato com os organizadores locais.

Grande Prêmio São Paulo de F-1

A F-1 acompanha o desenvolvimento da pandemia no Brasil para tomar com antecedência qualquer medida em relação a prova.

Se for necessários, os novos promotores locais podem realizar a prova sem a presença do público.

Porém, a venda de ingressos e das áreas VIP (paddock) representam uma parcela importante no lucro da realização da corrida, trazendo turistas para a capital.

Categoria pretende realizar 23 provas este ano com o maior calendário da história da F-1.

F-1 confirma GP da Turquia no lugar do Canadá.

 

COMPARTILHAR

Escreva um comentário