Em segundo cruzou o holandês Max Verstappen seguido pelo finlandês Valtteri Bottas.

Lewis Hamilton vence o GP de Portugal de F-1.

O inglês Lewis Hamilton (36) da Mercedes venceu com certa tranquilidade o GP de Portugal de F-1, após ter largado em segundo ao lado de seu companheiro de equipe Valtteri Bottas.

Na largada, Bottas manteve a ponta seguido por Hamilton, Verstappen, Perez e Norris, que logo ultrapassou o mexicano.

Acidente

Ao completar a primeira volta a Alfa Romeo de Kimi Raikkonen tocou o aerofólio dianteiro na roda traseira do seu companheiro de equipe, Antonio Giovinazzi.

Com o toque, o aerofólio dianteiro de Raikkonen quebrou e o piloto saiu da pista no final da reta provocando a entrada do safety-car.

Safety Car

O safety car permaneceu na pista por duas voltas e na relargada Verstappen conseguiu ultrapassar a Mercedes de Lewis Hamilton, assumindo a segunda posição.

O safety car permaneceu na pista por duas voltas após o acidente com Kimi Raikkonen. Foto: Wolfgang Wilhelm

Red Bull

Em segundo, Verstappen tentou se aproximar da Mercedes que Valtteri Bottas que estava em primeiro, mas não conseguiu ultrapassar o finlandês. Com o andar da corrida perdeu rendimento e foi ultrapassado sem dificuldade pela Mercedes de Lewis Hamilton.

No final da prova, Verstappen estava em segundo e a equipe chamou o piloto para colocar pneus macios e tentar ganhar um ponto marcando a melhor volta da prova. O holandês conseguiu fazer a melhor volta, mas por ter excedido o limite da pista teve o tempo de volta deletado.

Já o mexicano Sergio Perez, fez uma boa corrida e terminou em quarto marcando pontos importantes no campeonato.

Max Verstappen é o único piloto que consegue colocar pressão em cima de Lewis Hamilton. Foto: Lars Baron-Getty Images

Ferrari

Fez uma corrida mediana com Charles Leclerc terminando em sexto e Carlos Sainz em décimo primeiro.

Charles Leclerc terminou em sexto à frente do seu companheiro de equipe Carlos Sainz que terminou em oitavo. Foto: Ferrari

McLaren

Destaque para o piloto Lando Norris (21)  que logo no início da corrida ocupou a quarta posição e dava a impressão que iria para cima de Valtteri Bottas.

No final, terminou em quinto e o australiano Daniel Ricciardo em nono.

O inglês Lando Norris está dando um baile em cima do seu novo companheiro de equipe Daniel Ricciardo. Foto: McLaren

Alpine

O francês Esteban Ocon fez uma excelente corrida terminando mais uma vez, à frente do seu companheiro de equipe, Fernando Alonso . Ocon terminou em sétimo e Alonso em oitavo.

Contudo, a equipe francesa conseguiu diminuir sua diferença para a McLaren e as Ferrari.

Alpha Tauri

Não teve um bom desempenho em Portugal, com Pierre Gasly terminando em décimo e o japonês Yuki Tsunoda em décimo quinto.

A princípio, Tsunoda não conseguiu se adaptar ao piso escorregadio do autódromo de Portimão rodando nos treinos e na corrida.

Yuki Tsunoda da AlphaTauri Honda não conseguiu uma boa adaptação ao circuito de Portimão. Foto: Peter Fox-Getty Images

Volta mais rápida: Valtteri Bottas – Mercedes = 1:19.865 (velocidade média de 209.738 km/h).

Próxima Corrida

GP da Espanha de F-1: 9 de maio – 10 horas de Brasília

Com o resultado no GP de Portugal, Lewis Hamilton acumula 97 vitórias e 99 pole positions. Foto: Lars Baron-GettyImages
O finlandês Kimi Raikkonen tocou a traseira do seu companheiro de equipe Antonio Giovinazzi o que causou o seu abandono na corrida.
Mercedes segue na liderança no campeonato.
Verstappen viu que as Mercedes evoluíram desde a primeira prova, mas o holandês quer conquistar seu primeiro campeonato na F-1.
Hamilton foi impecável usando a cabeça e a estratégia para vencer a prova em busca do oitavo título na categoria. Foto: Wolfgang Wilhelm
O mexicano Sergio Perez da Red Bull fez uma boa corrida e terminou em quarto. Foto: Peter Fox-Getty Images
O alemão tetracampeão Sebastian Vettel terminou na décima terceira posição à frente do seu companheiro de equipe Lance Stroll, que cruzou na décima quarta posição. Foto: Aston Martin

Lewis Hamilton vence o GP de Portugal de F-1.

COMPARTILHAR

Escreva um comentário