Brasil bate recorde na conquista no número de medalhas.

Olimpíadas de Tokyo 2020 chegam ao fim.

As Olimpíadas de Tokyo 2020, chegaram ao fim neste domingo, 8 de agosto 2021.

A 32ª edição, foi marcada pela ausência de público devido ao receio dos organizadores de que os estrangeiros pudessem trazer novos casos do coronavírus no país.

Porém, os jogos foram realizados sem incidentes com o Brasil conquistando o maior número de medalhas em Olimpíadas, em todos os tempos.

Para os patrocinadores, as Olimpíadas foram um desastre, pois após pagar centenas de milhões de dólares ao Comitê Olímpico Internacional, optaram por não divulgar suas marcas em meio a pandemia.

Entre os patrocinadores principais estavam: Coca-Cola, Toyota, Canon, Procter & Gamble, Bridgestone, Omega, Samsung e Visa, que desembolsaram juntos cerca de US$ 3,0 bilhões.

O Japão e o Brasil tiveram suas melhores performances nas Olimpíadas.

Vôlei feminino

Pouco antes do encerramento das Olimpíadas, o vôlei feminino perdeu por 3 x 0 contra a seleção dos Estados Unidos.

Com isso, as brasileiras conquistaram a medalha de prata.

Premiação em dinheiro

De acordo com o Comitê Olímpico Brasileiro, os atletas brasileiros contarão com um prêmio que irá de R$ 100 mil a R$ 750 mil por medalha conquistada.

Dessa forma, as 21 medalhas conquistadas no Japão custarão ao COB cerca de R$ 4,250 milhões.

A premiação deverá ser paga durante o ano de 2021, no Prêmio Brasil Olímpico, ou em outra ocasião designado pelo COB.

Além disso, a delegação brasileira atingiu a meta de superar as 19 medalhas conquistadas na Rio 2016, conquistando na Tokyo 2020, 21 medalhas.

Olimpíadas de Tokyo 2020 chegam ao fim.

 

COMPARTILHAR

Escreva um comentário