Governador, prefeito e o novo promotor do GP São Paulo de F-1 anunciam a liberação da venda de 100% dos ingressos.

GP São Paulo de F-1 terá 100% de público nas arquibancadas.

O governador de São Paulo, João Dória Jr (63), convocou à imprensa no Palácio dos Bandeirantes, para comunicar que o GP São Paulo de F-1, será realizado com 100% da capacidade das arquibancadas.

O anúncio foi realizado com o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, e o novo promotor do GP São Paulo de F-1, Allan Adler.

Os organizadores já haviam comercializado 40% dos ingressos que foram vendidos em apenas 6 horas, no dia 18 de junho.

A princípio, os 60% dos ingressos restantes estarão à venda a partir do dia 27 de agosto (sexta).

Porém, quem já quiser colocar o nome na lista de espera antes da abertura da venda no final de agosto, pode acessar o site www.f1saopaulo.com.br para fazer a reserva.

Governador João Dória e o novo promotor do GP São Paulo de F-1, Allan Adler. Foto: Amauri Yamazaki

Máscaras

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, anunciou que apenas as pessoas vacinadas poderão entrar no autódromo.

Além disso, todos serão obrigados a  utilizar máscara, incluindo as equipes, organizadores e jornalistas.

Nesse sentido, o governador João Dória, lembrou que a realização da corrida só é possível graças ao avanço da vacinação contra o coronavírus na capital paulista.

Prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes. Foto: Amauri Yamazaki

Nova data

Os organizadores do GP São Paulo de F-1 solicitaram a FIA, que a corrida seja realizada nos dias 12, 13 e 14 de novembro, para aproveitar o feriado do dia 15 de novembro.

Com o feriado prolongado de 15 de novembro, o governador acredita que um número maior de pessoas  poderá se descolar a capital, aumentando o movimento nos hotéis, restaurantes, museus e pontos turísticos da cidade.

O prefeito Ricardo Nunes, acredita que do total do público na corrida 75% virá de fora de São Paulo.

GP São Paulo de F-1 é a única corrida da categoria na América do Sul. Foto: Amauri Yamazaki

Bolsonaro

O governador de São Paulo, João Dória, convidou o presidente Jair Bolsonaro (66) para assistir a corrida desde que esteja vacinado e com máscara.

Dória lembrou que o presidente havia anunciado o GP Brasil de F-1 ao lado do ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, em maio de 2019, o que não se concretizou pois a cidade do Rio não tem autódromo.

Este ano a prova terá uma corrida (Sprint) no sábado. Foto: Amauri Yamazaki

GP São Paulo de F-1 terá 100% de público.

COMPARTILHAR

Escreva um comentário