Provisoriamente, o diretor financeiro da GM América do Sul assumirá o cargo.

GM anuncia demissão de Carlos Zarlenga da presidência.

A General Motors do Brasil anunciou hoje às 17 horas, que o argentino Carlos Zarlenga (46), deixou a presidência da GM na América do Sul e a presidência da GM no Brasil.

A notícia foi uma surpresa entre as montadoras que interpretaram que a mudança não estava programada.

Zarlenga assumiu o cargo de presidente da GM América do Sul (Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Bolívia, Paraguai e Uruguai) em 1º de abril de 2019.

Sob seu comando, a GM saiu do primeiro lugar entre as montadoras de automóveis no Brasil, para a terceira posição atrás da VW e Fiat.

A GM foi uma das montadoras mais afetadas com a falta de componentes desencadeados com a pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o comunicado, o atual diretor financeiro da GM América do Sul, Roberto Martin, irá substituir o executivo argentino até a matriz nos EUA nomear um substituto.

Nesse ínterim, o release da montadora diz: “Carlos tem sido uma força motriz para mudanças, não apenas em nossos negócios, mas na indústria automotiva da América do Sul. ”

Contudo, alguma coisa parece não ter ido conforme o planejado razão pela qual foi realizada uma mudança não programada.

Além disso, a matriz nos EUA deve ter ficado surpresa com a queda da GM no Brasil de primeiro para o terceiro lugar no ranking em 2021.

O Ônix foi um dos automóveis mais afetados pela falta de componentes. Foto: Amauri Yamazaki

GM anuncia demissão de Carlos Zarlenga da presidência.

 

COMPARTILHAR

3 Comentáros

Escreva um comentário