Notícia foi divulgada durante o 9º Fórum Lide Energia em São Paulo.

Vans, ônibus e caminhões Hino podem vir para o Brasil.

O 9º Fórum Lide Energia do grupo Doria com o tema “Energia em Transição” trouxe várias informações relevantes sobre novas fontes de energia e energia renovável.

Durante a apresentação da Toyota através de seu presidente Rafael Chang, o executivo mencionou que a montadora está comprometida com o processo de descarbonização em toda a cadeia de seus produtos.

O CEO do Lide, o ex-ministro Luiz Furlan, perguntou ao presidente, Rafael Chang, “… se a Toyota não teria planos para trazer ao Brasil veículos que comportem mais pessoas (comercial leves e ônibus)”, pois na opinião de Furlan, haveria mercado para a marca.

O executivo da Toyota respondeu: “ Sim, nós temos no Japão a nossa marca Hino de caminhões e buses (ônibus) lá também temos soluções já muito alinhadas com novas tecnologias (híbrido, elétrico e hidrogênio) com menos emissão de carbono, mais eficientes. Então teremos a oportunidade de trazer aqui para o Brasil, vamos pensar mais pouquinho…” finalizou sorrindo.

Rafael Chang – Presidente da Toyota do Brasil. Foto: Amauri Yamazaki

Hino

O ex-CEO da Toyota South America, Steve St. Angelo, já havia comentado para a revista HG e para o jornal São Paulo Shimbun, no início de 2019, que estava tentando convencer a Toyota Motor Corporation a trazer a marca  Hino, para o Brasil.

A revista HG apurou que há vários anos a Toyota do Brasil vem analisando a viabilidade econômica de trazer vans, caminhões e ônibus Hino para o país.

A matriz quer a garantia da filial brasileira que se houver investimento, haverá retorno.

Steve St. Angelo foi CEO da Toyota South America até 2019. Foto: Amauri Yamazaki

Carros elétricos

Ele também mencionou que o carro elétrico é apenas uma das alternativas para zerar a emissão de carbono, ao lado do carro movido a hidrogênio e o híbrido flex.

A princípio, a montadora terá em toda a sua linha de veículos até 2025, pelo menos uma opção do modelo com tecnologia híbrida ou elétrica.

Além disso, a Toyota Corporation antecipou a meta de zerar as emissões de gás carbônico nas fábricas de 2050, para 2035.

Ônibus elétrico Hino. Divulgação
Caminhão Hino híbrido. Divulgação

Vans, ônibus e caminhões Hino podem vir para o Brasil.

 

COMPARTILHAR

10 Comentáros

  1. Mercado temos com certeza e principalmente pela tendencia da energia sustentavel.
    Nosso grande problema ainda esta no custo.
    Vide o preço dos carros hibridos e eletricos.
    Nao a curto mas a medio prazo funcionará

  2. Tendência irreversível, mas o hidrogênio é uma tecnologia mais limpa, pois as baterias gerarão resíduos e consumo de lítio imenso Responder

    Tendência irreversível. Entretanto, considero o hidrogênio uma solução mais limpa, pois as baterias gerarão resíduos e um consumo imenso de litio

  3. Jaroslav Sussland Responder

    Muito interessante a chegada destes produtos.
    Com certeza Hino poderá ser um sucesso igual a Toyota aqui no Brasil.

Escreva um comentário