Baixa temperatura em Interlagos favoreceu piloto da Mercedes.

Lewis Hamilton faz a pole para a Sprint em SP.

O inglês Lewis Hamilton (36) da Mercedes conquistou a pole position para o GP São Paulo de F-1.

A garoa e a atípica temperatura de 16º C  no autódromo de Interlagos favoreceram o desempenho do motor Mercedes que deveria estar em desvantagem pela altitude da pista.

Max Verstappen da Red Bull Honda bem que tentou, mas ficou com uma diferença de 0,438 s atrás do inglês heptacampeão.

Max Verstappen está usando uma nova pintura de capacete no GP São Paulo. Foto: Mark Thompson-Getty Images

A princípio, de acordo com a meteorologia a temperatura deve subir no sábado para 19º C, mas não será suficiente para melhorar as coisas para a Red Bull.

Contudo, no domingo a previsão é de que a temperatura suba para 24º C, o que pode melhorar um pouco as coisas para a equipe austríaca.

Há duas semanas, a previsão era de temperatura mais elevada em São Paulo, o que fez com que a Red Bull fosse considerada a favorita para vencer a prova.

Porém, com o domínio de Hamilton nos dois treinos realizados até agora com uma diferença superior de 0,3 segundos sobre Verstappen, preocupam a equipe austríaca.

Apesar disso, Hamilton vai perder cinco posições no grid de largada por ter trocado o motor a combustão.

Em outras palavras, nem tudo está perdido para a Red Bull que trabalha para conquistar a 20ª vitória de Verstappen na F-1.

O treino de classificação para a corrida Sprint foi iniciado às 16:30 com céu fechado e baixa luminosidade.

Autódromo de Interlagos enfrentou uma temperatura atipicamente fria para o mês de novembro.

Lewis Hamilton faz a pole para a Sprint em SP.

 

COMPARTILHAR

Escreva um comentário