Ex-chefão da F-1 conversou com o pai de Lewis Hamilton por telefone.

Ecclestone acha que Hamilton não volta a F-1.

Há alguns dias surgiram boatos de que Lewis Hamilton poderia abandonar a F-1, após o desfecho inusitado do GP de Abu Dhabi, com o inglês perdendo o octa-campeonato na última volta.

Contudo, ninguém levou a sério os rumores, pois existe um contrato milionário entre o inglês e a Mercedes, até o final de 2022.

Além disso, a equipe alemã foi campeã mundial de construtores, e vai receber a maior verba em dinheiro da Liberty Media, entre as equipes, em 2022 (+ 30 milhões de euros que a segunda colocada).

Contudo, o bilionário inglês Bernie Ecclestone (91) divulgou uma conversa por telefone com Anthony Hamilton, pai do heptacampeão da categoria.

Em entrevista ao jornal suíço Blick, Ecclestone disse que falou há poucos dias com Anthony Hamilton e perguntou sobre o futuro do filho, sendo que pai teria desconversado.

Para Ecclestone, Hamilton não deve voltar a F-1, em 2022, pois sua decepção teria sido muito grande a ponto de se isolar completamente, o que não é normal.

Lewis não compareceu a festa de premiação da FIA na semana passada e fugiu das redes sociais onde gostava de se manifestar.

Em outras palavras, Hamilton estaria se sentido humilhado por ter perdido o título na última volta, com a ultrapassagem de Max Verstappen, que havia colocado pneus macios.

A decepção de Hamilton teria sido muito grande a ponto de se isolar totalmente. Foto: Getty Images

Boato

O que era boato vai ganhando força, até porque nem a Mercedes e nem o piloto, se pronunciaram sobre a declaração de Ecclestone, que conhece bem a categoria.

Os boatos dizem que caso isso ocorra, há chances do finlandês Valtteri Bottas que assinou com a Alfa Romeo, retornar a equipe alemã.

 

Ecclestone acha que Hamilton não volta a F-1.

COMPARTILHAR

2 Comentáros

    • Revista HG Responder

      Sim, o Ecclestone deu apenas uma opinião do que sentiu do pai do piloto. Contudo, ele tem bom feeling.

Escreva um comentário