Motor 1.3 turbo flex com 185 cv de potência, central multimídia de 10,1 polegadas e novos equipamentos de auxílio a direção.

Andamos no Jeep Compass S 1.3 turbo.

O Jeep Compass é sucesso de vendas ocupando atualmente a terceira posição entre os veículos mais emplacados no país.

O preço do Compass começa em R$ 166.825,00 na versão de entrada (Sport), mas mesmo neste patamar vende mais que modelos que custam metade do seu preço.

Andamos na versão S (topo de linha 1.3) do novo Compass, que ganhou pequenas atualizações no design, motor mais potente e uma série de recursos de assistência a direção disponível em veículos de categoria superior.

A nova mecânica turbo proporciona uma condução mais ágil e silenciosa, ponto fraco do motor da versão anterior.

Novo para-choque dianteiro e faróis Full LED e faróis de neblina em LED. Foto: Amauri Yamazaki

Design

Ganhou novo para-choque dianteiro, novas rodas, nova lanterna traseira, faróis Full LED e faróis de neblina em LED.

A princípio, os novos faróis trazem mais sofisticação ao conjunto óptico com iluminação superior aos halógenos ou xênon, proporcionando mais visibilidade e segurança.

Nova cor Cinza Sting e o ângulo de entrada subiu de 16,2 para 20,6º um aumento de 33%. Foto: Amauri Yamazaki

Interior

Ao entrar na versão 2022, fica fácil reconhecer as mudanças, com o novo volante, quadro de instrumentos digital de 10,25 polegadas, painel de porta, centrais multimídia de até 10,1”, console central e mais espaço para porta-objetos.

Acabamento premium com novo volante, novo painel de instrumentos digital configurável, nova tela multimídia e novo console. Foto: Amauri Yamazaki

Estão disponíveis três opções de cores para acabamento interno: Preto, Marrom Arizona e a nova Cinza Steel (esta última disponível para as versões Longitude e Série S).

Novo quadro de instrumentos com 10,25” para as versões Limited, Trailhawk e Série S.

Painel de instrumentos digital configurável. Foto: Amauri Yamazaki

Totalmente digital, ele traz maior tela de display de LCD; nova tecla HOME no comando volante, que facilita a navegação do usuário; capacidade de renderização de imagem 3D do veículo; possibilidade de alteração de tema em modo digital ou analógico e personalização de menus favoritos com até 5 opções diferentes.

Personalização do painel conforme a preferência do motorista. Foto: Amauri Yamazaki

Tecnologia

Com tela de 10,1” Full HD (exceto na Sport), vem com navegação embarcada de série e espelhamento para Android Auto e Apple CarPlay através de conexão sem fio.

Além disso, recebeu a plataforma de serviços conectados da Jeep, a Adventure Intelligence by Jeep Connect, com:

Localizador de estacionamento e de posto de combustível: através da central multimídia, o usuário pode buscar por novos pontos de interesse, como restaurantes, postos e estacionamentos ou utilizar aqueles já previamente favoritados. A novidade é que a busca é feita diretamente na nuvem, trazendo sempre a informação mais atualizada para os clientes.

Nova central multimídia de 10,1 polegadas com espelhamento de smartphone sem fio. Foto: Amauri Yamazaki

Send & Go: O usuário pode pesquisar algum ponto de interesse (como restaurantes, estacionamentos e outros estabelecimentos) pelo celular enquanto ainda está em casa, por exemplo, e enviá-lo para a navegação no veículo. Ao ligar o carro, a rota será automaticamente traçada pelo mapa inteligente e a viagem pode começar em segurança, sem a necessidade do cliente ficar parado pesquisando um endereço ou ponto de interesse.

Last Mile Navigation: o recurso permite ao usuário enviar do sistema de navegação para o aplicativo móvel o último endereço salvo. Nem sempre é possível encontrar um estacionamento no endereço desejado. Nessas horas, para a caminhada entre o estacionamento e o destino final, a função garante a caminhada mais rápida, especialmente em locais desconhecidos, passando mais segurança ao usuário.

Remote Start: Liga o Compass pelo celular ou por dispositivos com assistente de voz, como a Alexa, para deixar a temperatura do carro mais agradável em dias frios ou quentes.

Bancos dianteiros em couro com regulagem elétrica e teto solar panorâmico de série na versão S. Foto: Amauri Yamazaki
Espaço para cinco adultos e saídas de ar-condicionado para os passageiros do banco traseiro com 1 conexão USB, 1 tomada 127 + Foto: Amauri Yamazaki

Direção Autônoma

Frenagem de emergência para pedestres, ciclistas ou motociclistas: fornece ao motorista aviso e capacidade de frenagem do veículo para evitar uma colisão iminente com um pedestre, ciclista ou motociclista.

Detector de fadiga do motorista: baseado na análise do comportamento da direção, ele avisa o condutor em caso de alto risco de adormecer. O sistema funciona coletando dados durante a rodagem (entre 60 e 160 km/h) para definir o comportamento de direção considerado normal. Após 15 minutos, começa a comparação com o padrão para verificar se há algum desvio em relação aos dados anteriores coletados. Contudo, se algum problema for detectado, um aviso visual e outro sonoro são emitidos por um minuto ou até o motorista pressionar o botão OK no volante. Caso a sonolência persista, os avisos serão emitidos novamente.

Reconhecimento de placas: por meio da câmera frontal, o sistema reconhece as placas de velocidade nas vias e informa o motorista através do painel de instrumentos. Nesse sentido, emite alarme visual e sonoro caso o veículo esteja acima do limite de velocidade detectado.

Distância entre-eixos de 2.636 mm, rodas de 19 polegadas de alumínio e pneus 235/45 R19 Pirelli. Foto: Amauri Yamazaki

Motor

Novo motor 4 cilindros em linha, 1.332 cm³, turbo, flex com 185 cv de potência com etanol e 180 cv com gasolina. Torque máximo de 270 Nm a 1.750 rpm. Ainda há espaço para melhorar o torque do motor em baixa rotações, além de um ajuste mais afinado com o câmbio.

Injeção direta de combustível e câmbio automático de seis marchas + ré.

O consumo com etanol foi de 6,1 km/l na cidade somente com o motorista sem bagagem.

De acordo com a montadora, o Compass vai de 0 a 100 km/h em 8,8 segundos.

Novo motor 1.3 turbo flex com 185 cv de potência e 270 Nm de torque. Foto: Amauri Yamazaki

Suspensão

Dianteira: McPherson com rodas independentes, braços oscilantes inferiores com geometria triangular e barra estabilizadora.

Traseira: McPherson com rodas independentes, links transversais e barra estabilizadora.

Ar-condicionado digital de duas zonas, carregador de smartphone sem fio e uma entrada USB e outra USB tipo C. Foto: Amauri Yamazaki

Airbags

Sete airbags na Limited, Trailhawk e Série S com bolsas de ar frontais para motorista e passageiros, airbags laterais e de cortina, sendo o sétimo para joelho do motorista.

Novas lanternas traseiras e porta-malas com abertura elétrica. Foto: Amauri Yamazaki

Rebatimento automático dos retrovisores

Quando o motorista faz o travamento do veículo, automaticamente os retrovisores externos são recolhidos. Dessa forma, também de forma automática, assim que o motorista der a partida no veículo, os retrovisores voltam à posição original. O item é de série nas versões 80 Anos, Limited, Trailhawk e Série S.

Porta-malas com capacidade para 476 litros. Foto: Amauri Yamazaki

Porta-malas

Equipado com uma função útil para quem está com as mãos carregadas. Basta que o motorista movimente o pé por baixo do para-choque traseiro, o sensor detecta sua presença e aciona o sistema. Então, a luz de freio vai piscar e 1 segundo depois, o porta-malas abrirá automaticamente.

Além disso, para fechar, é só realizar o mesmo movimento. Para que funcione, o motorista deverá estar com chave a uma distância máxima de 1,5 m do porta-malas e o veículo deve estar com a transmissão em P (Parking)

Acabamento premium na versão S. Foto: Amauri Yamazaki

O que o Compass tem:

– Design atrativo, novo motor turbo, conectividade de última geração tela multimídia de 10,1 polegadas, espaço, robustez e excelente valor de revenda.

O que falta no Compass 2022:

– Suspensão um pouco mais macia e pneus com perfil mais alto para amortecer as irregularidades do asfalto.

Acabamento e recursos compatíveis com os concorrentes de alto luxo alemães custando R$ 100 mil a menos. Foto: Amauri Yamazaki
COMPARTILHAR

15 Comentáros

  1. Rodrigo Morgado Responder

    Impressionante quanta tecnologia em um carro lindo e conforto extremo. A Jeep sempre nos surprendendo

  2. Além de lindo o novo Compass está muito moderno e com muitos recursos que poucos modelos feitos no Brasil tem.
    Parabéns para a Jeep também pelo
    preço bem mais acessível que outros da categoria

  3. As melhorias inseridas nele faz com que os concorrentes se mexam e também melhorem seus atributos!
    A marca JEEP realmente caiu no gosto dos brasileiros e a motorização flex ajuda muito nisso!

Escreva um comentário