Em segundo cruzou Charles Leclerc seguido por Carlos Sainz, ambos da Ferrari.

Max Verstappen vence o GP da Arábia Saudita de F-1.

O holandês Max Verstappen (24) da Red Bull venceu o GP da Arábia Saudita após ultrapassar o piloto Charles Leclerc da Ferrari, nas últimas voltas.

A prova foi marcada por diversas disputas e deveria ter sido vencida pelo mexicano Sergio Perez (32) que foi prejudicado devido a uma batida do canadense Nicholas Latifi, da Williams.

Sergio Perez largou na pole e  manteve a primeira posição até a 15ª volta. Getty Images

Largada

O mexicano da Red Bull largou na pole e manteve a primeira posição após a largada, sendo seguido por Leclerc, Verstappen, Sainz, Ocon, Russel, Alonso e Bottas.

Perez seguia na liderança até a décima sexta volta, quando entrou nos boxes para a troca de pneus. Na mesma volta, o canadense Nicholas Latifi da Williams bateu sozinho no setor 3, provocando a entrada do safety car.

Com a entrada do safety car, a maioria dos pilotos parou para a troca de pneus e Perez retornou em terceiro, mas foi obrigado a ceder a posição ao espanhol Carlos Sainz, por decisão dos comissários que entenderam que ele empurrou Sainz para fora da pista ao retornar da troca de pneus.

Se não fosse a batida de Nicholas Latifi, Sergio Perez deveria ter vencido a corrida. Foto: Mark Thompson-Getty Images

Corrida

Com Leclerc na liderança, Verstappen foi orientado pelos boxes a manter-se próximo do líder e atacar nas voltas finais.

Faltando menos de dez voltas, Verstappen ultrapassou Leclerc, mas o monegasco recuperou a posição novamente.

Contudo, Verstappen tinha um carro mais rápido na reta e conseguiu a ultrapassagem definitiva para vencer a prova a 3 voltas do final.

Charles Leclerc fez a melhor volta da prova e marcou um ponto adicional.

Charles Leclerc foi votado pelos internautas como o piloto da corrida.

Alpine

Foram responsáveis por boa parte da emoção da prova com Alonso e Ocon disputando posições. A Alpine vem evoluindo e está mais rápido que a McLaren, Williams e Aston Martin. Na volta 35, Alonso abandonou a prova e ficou parado na pista.

Mercedes

De acordo do Lewis Hamilton o carro não está rápido nas retas ficando atrás das Ferraris e Red Bull.  Contudo, todos acreditam que mais algumas provas e a equipe alemã voltará a ser competitiva novamente.

Hamilton largou em décimo sexto e terminou em décimo. Foto: Mercedes

Alfa Romeo

Uma das boas surpresas da atual temporada andou bem com Valtteri Bottas durante 36 voltas do total de 50. Boa parte da prova ficou a frente das duas Mercedes. O piloto novato chinês Zhong Guanyu está se adaptando a categoria e terminou na décima primeira posição após tomar duas punições durante a corrida. Se não tivesse sido punido teria pontuado.

Red Bull

Consertou o defeito na bomba de combustível que tirou os dois carros do GP do Bahrein e venceu a prova com Verstappen e a quarta posição com Sergio Perez.

Se não fosse a batida de Latifi o mexicano Sergio Perez poderia ter vencido a prova. Foto: Mark Thompson-Getty Images

Ferrari

Disse que não está tão rápida quanto as Red Bull nas retas, mas acredita que vai conseguir desenvolver o carro para as próximas provas.

Charles Leclerc fez a melhor volta da prova.

McLaren

Não começou bem o campeonato e o australiano Daniel Ricciardo abandonou a prova na volta 37.

O GP da Arábia Saudita teve apenas 18 pilotos na pista, pois Mick Schumacher não largou devido ao acidente no sábado e Yuki Tsunoda teve problemas no carro, e nem largou.

Próxima Prova

Grande Prêmio da Austrália – 10 de abril – Largada às 02:00h de Brasília.

Leclerc (direita) e Perez lideram o Campeonato de Pilotos da F-1. Scuderia Ferrari

Apesar do bombardeiro em uma refinaria da Aramco na sexta-feira a corrida foi realizada em incidente. Foto: Clive Mason-Getty Images

 

COMPARTILHAR

Escreva um comentário