Bahia quer atrair mais turistas do exterior e do sul do país

COMPARTILHE

 

A Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa) quer atrair turistas do sul do Brasil e de países como Chile, Argentina e Uruguai. De 3 a 6 de novembro, a Bahia será¡ apresentada no 28º Festuris Gramado, no Rio Grande do Sul, onde será¡ feito atendimento ao público com a distribuição de material promocional referente a produtos, segmentos e à s 13 zonas turísticas. Reuniões e capacitações em vendas do destino vão municiar profissionais do turismo para vender mais e melhor o estado.Â

O festival, que acontece no Centro de Feiras e Eventos Serra Park, voltado aos profissionais do trade turístico, recebendo empresas e delegações oficiais com poder de decisão de diversos países. Em 2015, segundo os organizadores, a feira atingiu um público de 14 mil visitantes, entre agentes de viagens, operadoras de turismo, jornalistas especializados e formadores de opinião.

A Bahiatursa participa com um estande no espaço institucional. Esta ação é uma excelente oportunidade para promover o aumento de fluxo de turistas procedentes das regiões Sul e Sudeste do Brasil e dos países do Cone Sul para a Bahia, mercados estes prioritários para o nosso estado, afirma o superintendente da Bahiatursa, Diogo Medrado.

 Para Medrado, o importante é fortalecer a imagem da Bahia como destino turístico rico em atrativos e produtos. Vamos promover a capacitação de agentes de viagem e profissionais do setor para melhor vender nossos destinos e com isso patrocinar o crescimento do fluxo de turistas com o incremento das vendas de pacotes de viagem para a Bahia, afirma.

Segundo pesquisa Fipe de 2015 (com dados colhidos em 2014), a Região Sul do Brasil, juntamente com o Estado de São Paulo, que São os principais visitantes do evento em Gramado, representam 37% do fluxo turístico nacional para a Bahia (sem considerar os próprios baianos que viajam dentro do estado). Já os visitantes internacionais do festival São majoritariamente do Cone Sul, os quais representam 32% do fluxo internacional para a Bahia.

Foto: Jota Freitas – Bahiatursa

 

Deixe uma resposta

*