Eduardo Dussek dia 27 de janeiro – sábado em São Paulo

COMPARTILHE

Ao piano, Eduardo Dussek faz Show dia 27 na Tupi or Not Tupi, na Vila Madalena em SP

São Paulo – SP

Carisma, tempo de comédia, habilidade em improvisar e um controle absoluto da cena. Aos 40 anos de carreira, o cantor, compositor e pianista carioca Eduardo Dussek continua apostando na mistura de música e contação de casos no show que apresenta dia 27 de janeiro, sábado, às 20 horas, na Tupi or Not Tupi em São Paulo.

O espetáculo faz parte do projeto 5 Sentidos, uma experiência que mistura música e gastronomia. O ingresso de R$ 180,00 dá direito a jantar e show.

Espécie de “primo mais velho” do irreverente rock brasileiro dos anos 1980, o artista – que foi MPB, roqueiro, popstar, romântico e hoje se dedica a pesquisar e renovar ritmos de outros carnavais – apresenta-se ao piano tocando e cantando de baladas românticas.

Parceiro de João Penca e dos Miquinhos Amestrados e também de Leo Jaime (autor do seu hit Rock da Cachorra, que começa com “troque seu cachorro por uma criança pobre”), Eduardo Dussek começou a tocar piano aos 9 anos de idade. Aos 17 ele dividia espaço numa república com a trupe do emblemático grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone. Em 1973, Dussek foi escalado como pianista no espetáculo Desgraças de uma Criança, que trazia no elenco Marieta Severo, Marco Nanini e Wolf Maia. O espetáculo foi um sucesso e permitiu que no ano seguinte ele passasse a se apresentar em shows-solo.

DUSSEK ALTA ao microfone by MARCIO RM
Eduardo Dussek nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 1 de janeiro de 1958 e está com 60 anos. Foto: Divulgação

O jeito performático do artista rendeu um convite feito por Nelson Motta para que  Dussek participasse do disco de As Frenéticas, de 1978. Em 1980, foi chamado para o 1º Festival da Nova Música Popular Brasileira. Ele apareceu em rede nacional cabeludo e com asas de anjo para cantar Nostradamus, música apocalíptica em que um sujeito acorda de ressaca e percebe que o mundo está acabando. Assim, ele acabou virando sucesso naquela década quando ainda assinava com o sobrenome de batismo, Dussek.

O cantor, compositor e instrumentista se voltou mais para a MPB nos anos 90 e foi sempre reiventando sua carreira de modo irreverente e com diversas referências. Como ator, ele já marcou presença em dezenas de produções de teatro, cinema e televisão. Em 2015, Dussek atuou na novela I Love Paraisópolis (TV Globo) como Armandinho, um playboy falido, mentiroso e divertido. Desde 2017, após a morte de seu pai, ele pinta quadros como uma forma de “terapia”.

Sobre a casa aberta em março de 2017 trabalha em duas frentes: música no palco e pratos da cozinha brasileira nas mesas.

A Tupi or not Tupi fica na Vila Madalena. É uma casa construída em um terreno de 500 metros quadrados, sem muros e com pequenos ambientes que levam a um salão principal com capacidade para 110 pessoas sentadas.

A Tupi or not Tupi é hoje considerada uma das casas com melhor acústica na cidade de São Paulo.

Eduardo Dussek ao piano

Dias 27 de janeiro, sexta-feira – 20 horas. Projeto 5 Sentidos.

Ingressos a 180,00 (inclui show e jantar).

Tupi or Not Tupi

Rua Fidalga 360 no bairro da Vila Madalena – Tel. 11 3813-7404.

Capacidade: 110 lugares.

Compra de ingressos pelo site: www.tupiornottupi.net .

Classificação: Livre. Acesso a deficientes.
Todos os cartões de crédito e de débito.

Serviço de valet. www.tupiornottupi.net . Horário dos shows – quintas às 21h, sexta e sábado às 21h30.

Para projeto 5  Sentidos – recomenda-se chegar às 20h para jantar, show às 22h.

Fonte: Arteplural

Deixe uma resposta

*