McLaren Senna confirmado para o Salão do Automóvel de São Paulo

McLaren Senna. Foto: McLaren

COMPARTILHE

Além do McLaren Senna a McLaren de F-1 que venceu o GP de Monza em 1990, também estará exposta no Salão

São Paulo – SP

No próximo Salão do Automóvel de São Paulo 2018 (08 a 18 de novembro), a marca Senna será uma das principais atrações da tradicional feira automobilística do País.

Com estande montado na área VIP Dream Lounge, ela mostrará para o público brasileiro o superesportivo McLaren Senna, o modelo de rua mais ousado produzido pela fábrica inglesa.

Além do exclusivo esportivo, a marca Senna vai expor também no Salão o carro de Fórmula 1 MP4/5 número 27 que o piloto Ayrton Senna ganhou numa aposta com Ron Dennis após vencer o GP de Monza de 1990.

A participação do McLaren Senna no Salão do Automóvel de São Paulo foi oficialmente confirmada nesta terça-feira (18), por Bianca Senna, CEO responsável pela marca.

Criado para definir um novo padrão entre os esportivos e por ter sido inspirado no comportamento competitivo do tricampeão mundial de Fórmula 1, Ayrton Senna, o novo McLaren Senna é o carro de rua mais rápido de toda a história da McLaren: atinge velocidade máxima de 340 km/h e acelera de 0 a 200 km/h, em apenas 6,8 segundos.

A porta do McLaren Senna tem uma área transparente. Foto: McLaren

Com desempenho alucinante proporcionado pelo motor V8 bi-turbo, de 4.0, com 800 cavalos de potência (a maior entre todos os modelos de rua da marca) e 800 Nm de torque, sendo 700 Nm disponíveis a 7.000 rpm, o McLaren Senna é fiel às habilidades do piloto que é considerado o melhor de todos os tempos, pela sua performance e um estilo diferenciado de pilotar principalmente na chuva.

O sistema de freios é o mais moderno já instalado em um esportivo de via pública da McLaren. Utiliza tecnologia de corrida com discos de cerâmica de carbono que a, cada geração, demoram cerca de sete meses a serem criados (sete vezes mais do que um disco de cerâmica de carbono convencional).

As pinças dianteiras inspiradas na Fórmula 1 apresentam um design monobloco super-rígido e seis pistões ventilados para reduzir as temperaturas. Um servo-freio usado no McLaren P1  GTR somente para pista melhora a modulação e a consistência do pedal.

O enorme aerofólio traseiro duplo controlado por um sistema hidráulico. Seu desenho lembra a asa de um carro de Fórmula 1, já que ele se reposiciona constantemente para aumentar o nível de pressão aerodinâmica, além de atuar como freio aerodinâmico. Foto: McLaren
Foto: McLaren

O resultado destes componentes de freios feitos para a pista tornam o McLaren Senna um carro superseguro nas frenagens: percorre a distância de apenas 100 metros vindo à velocidade de 240 km/h e menos de 30 metros na velocidade de 100 km/h.

Colaboram também os pneus especiais Pirelli P Zero Trofeo R 245/35 ZR 19 na frente e 315/30 ZR 20 na traseira, que envolvem as rodas de alumínio ultra-leves com uma porca central – como em um carro de competição.

Divulgação

 

Mclaren-Senna – conta giros digital. Foto: McLaren
As portas abrem para cima. Foto: McLaren
McLaren de F-1 que venceu o GP de Monza em 1990 também estará exposto no Salão do Automóvel de São Paulo. Foto: Hiroshi Kaneko

Deixe uma resposta

*