Morre Niki Lauda tricampeão mundial da F-1, aos 70 anos

O tricampeão morreu nesta segunda-feira em Viena. Foto: Amauri Yamazaki

COMPARTILHE

O austríaco Andreas Nicholaus Lauda, conhecido como Niki Lauda, morreu nesta segunda-feira (20) devido a problemas renais

AMAURI YAMAZAKI – São Paulo – SP

Morreu nesta segunda-feira, em Viena, na Áustria, o tricampeão mundial de F-1, Niki Lauda.

O ex-piloto e consultor da equipe Mercedes de F-1, havia feito um transplante de pulmão no final de 2018, após pegar uma forte gripe durante uma das corridas da temporada passada.

Lauda foi campeão pela Ferrari em 1975 e 1977, e posteriormente pela McLaren em 1984, tendo sido contemporâneo de Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet e Ayrton Senna, no início da carreira.

Além da fama como tricampeão da F-1, Lauda ficou famoso devido a um terrível acidente no circuito de Nurburgring na Alemanha, onde teve queimaduras de terceiro grau principalmente na cabeça e no braço.

Sua força de vontade para voltar a correr pela Ferrari para disputar o título no mesmo ano do acidente, rendeu ao austríaco o status de uma lenda da categoria.

Lauda com a Ferrari em Silverstone na Inglaterra em 1975, ano de seu primeiro título na F-1. Divulgação

Durante o processo de recuperação das queimaduras após o acidente, Lauda veio ao Brasil para realizar diversas cirurgias com o médico brasileiro Ivo Pitangui no Rio de Janeiro. Pitangui era especialista em queimaduras.

Após abandonar a F-1, Lauda abriu em 1970, uma companhia aérea chamada Air Lauda em que o próprio tricampeão pilotava os aviões.

A Air Lauda fazia rota da Europa até Recife em Pernambuco, trazendo turistas europeus.

A Air Lauda foi fundada em 1970 e adquirida em 2012, pela Austrian Airlines. Divulgação

Depois de alguns anos, Lauda vendeu a companhia aérea e passou a ser comentarista da rede de televisão alemã RTL.

Lauda também foi dirigente da equipe Jaguar na F-1, da Ferrari e atualmente trabalhava na Mercedes.

Quando foi dirigente da Ferrari desentendeu-se com Michael Schumacher e saiu da equipe.

Niki Lauda antes do acidente. Divulgação

A família do tricampeão emitiu um e-mail anunciando a morte do piloto.

“Com profunda tristeza, anunciamos que nosso amado Niki morreu pacificamente com sua família na segunda-feira, 20 de maio de 2019. Suas realizações únicas como atleta e empreendedor são e permanecerão inesquecíveis; seu incansável entusiasmo pela ação, sua franqueza e sua coragem permanecem um modelo e uma referência para todos nós. Era um marido amoroso e atencioso, pai e avô longe do público, que sentirá sua falta”.

Lauda teve cinco filhos: Mathias Lauda, Christoph Lauda, Lucas Lauda, Max Lauda e Mia Lauda.

Niki Lauda e sua segunda esposa Birgit Wetzinger. Divulgação
Mathias Lauda (38 – direita) é o filho mais velho de Niki Lauda com sua primeira esposa Marlene Knaus. Divulgação

 

Niki Lauda nos boxes de Interlagos durante GP Brasil de F-1 com a revista HG. Foto: Amauri Yamazaki

 

Deixe uma resposta

*