Red Bull chama o tailandês Alexander Albon para o lugar de Pierre Gasly

O tailandês Alexander Albon, estreante na F-1 este ano, feliz da vida com sua boa performance na primeira metade na temporada, e agora com a promoção para a Red Bull Honda. Peter Fox - Getty Images

COMPARTILHE

A mudança já acontece a partir do próximo GP na Bélgica, dia 1 de setembro, e Gasly vai para a Toro Rosso, no lugar de Albon

São Paulo – SP

A Red Bull Honda definiu que o piloto tailandês Alexander Albon será o companheiro de Max Verstappen já a partir do GP da Bélgica de F-1, no lugar do francês Pierre Gasly.

O francês não correspondeu as expectativas da equipe até a primeira metade da temporada e acumula apenas 63 pontos, contra 181 de Verstappen, primeiro piloto da equipe.

Porém, a Red Bull já avisou que Albon estará sob avaliação e se até o final da temporada não acumular pontos para à equipe, também será substituído.

A Red Bull já havia feito algo semelhante com o russo Daniil Kyvat que estava na equipe e após dois acidentes no GP da Rússia, foi rebaixado para o time B da companhia de bebidas energéticas, a Toro Rosso.

Kyvat chegou até a ficar um tempo longe da F-1 e acabou retornando na T0ro Rosso em boa forma.

Agora resta saber como o tailandês estreante Alexander Albon vai reagir tendo um companheiro de equipe difícil, dentro e fora das pistas. Na equipe Toro Rosso o ambiente é mais relaxado e amigável, mas na Red Bull, quem anda mais recebe tratamento diferenciado.

A Red Bull tem declarado que a Honda continua desenvolvendo o motor turbo-híbrido e que a partir do GP da Bélgica, uma nova versão com 25 cv a mais de potência será utilizada.

Os próximos dois grandes prêmios da Bélgica e Itália devem favorecer as Ferraris, consideradas as mais rápidas nas retas.

O francês Pierre Gasly volta para a Toro Rosso. Foto: Mark Thompson/Getty Images

Deixe uma resposta

*