Toto Wolff diz que McLaren poderia ter motor Mercedes em 2018

COMPARTILHE

Chefão da equipe Mercedes de F-1 fez declaração surpreendente nesta semana.

De acordo Toto Wolff, a McLaren poderia ter os cobiçados motores Mercedes já a partir de 2018, caso a rescisão com a Honda não demorasse tanto.

Em entrevista para ao site ESPN, Wolff disse que por parte da Mercedes não houve restrições em fornecer motores para a equipe inglesa, que já utilizou os motores alemães, com sucesso. Mas, que a demora entre a McLaren e a Honda em encerrar a parceria, fez com que a equipe inglesa tivesse no final, apenas a opção dos motores da Renault (ou continuar com a montadora japonesa).

A parceria entre a McLaren e a Renault foi formalizada para durar inicialmente, 3 anos.

Wolff disse que para que a McLaren utilizasse os motores já em 2018, era necessário que a equipe confirmasse a parceria mais cedo.

O austríaco contudo disse que as portas estão abertas para a McLaren no futuro e ainda criticou a forma como a Red Bull tratou a Renault, ao utilizar a imprensa para criticar abertamente a montadora francesa.

Para a McLaren, deve ter sido muito difícil ter perdido a oportunidade de utilizar o melhor sistema híbrido de unidade de potência da categoria (motor e bateria).

A McLaren já utilizou os motores Mercedes no passado, quando Lewis Hamilton pilotava para a equipe. Foto: McLaren
A McLaren já utilizou os motores Mercedes no passado, quando Lewis Hamilton pilotava para a equipe. Foto: McLaren

Deixe uma resposta

*