Honda Motocicletas registra crescimento de 11,9% em 2018

A Honda emcerrou 2018 com uma participação de 80% do mercado brasileiro de duas rodas. O segundo colocado (Yamaha) obteve participação de 13,70% em emplacamentos segundo relatório da Fenabrave. Foto: Caio Mattos

COMPARTILHE

• Segmento de alta cilindrada e scooters apresentaram crescimento de 69,6% e 20,3% nos emplacamentos, respectivamente, consagrando a liderança da marca;

• Banco Honda para o segmento duas rodas cresceu 11,2%, enquanto o Consórcio obteve alta de 9,4%;

• A divisão de Produtos de Força Honda (geradores e roçadeiras) apresentou avanço de 5,2%.

São Paulo – SP

A Moto Honda da Amazônia fechou o ano de 2018 com resultados altamente positivos: 11,9% de crescimento no volume total de emplacamentos.

Foram 745.024 mil unidades emplacadas entre janeiro e dezembro de 2018, ante 665.787 mil no mesmo período de 2017.

A produção cresceu 17,6%, com 784.421 mil unidades produzidas, incluindo quadriciclos, na fábrica em Manaus-AM.

O segmento de alta cilindrada para a Honda apresentou avanço de 69,6% nos emplacamentos, consagrando a liderança da empresa também neste segmento.

Foram 12.554 mil motocicletas de alta cilindrada comercializadas em 2018, ante 7.402 em 2017.

Entre os destaques está o sucesso da linha 500, em particular do modelo CB500X, que obteve 3.284 unidades comercializadas em 2018.

O market share atual da empresa no segmento de alta cilindrada (acima de 451cc) é de 31,8%.

Scooter Honda PCX sucesso de vendas no Brasil. Divulgação

A Honda Motocicletas também obteve destaque no segmento de scooters, que cresceu 20,3% nas vendas no último ano.

Foram 37.806 mil scooters emplacadas em 2018, ante 31.435 no mesmo período de 2017.

O modelo de maior volume é a PCX, scooter líder de vendas no País, que foi vendida a 30.482 mil clientes nos últimos doze meses, consagrando a liderança da marca no segmento, com 55,8% de market share.

Alexandre Cury Diretor Comercial da Moto Honda da Amazônia. Foto: Amauri Yamazaki

“Depois de mais um ano de muito trabalho e dedicação, em estreita sintonia com a nossa Rede de Concessionárias, encerramos 2018 com resultados positivos. Após tantos anos de retração de mercado, obtivemos uma reversão de tendência, registrando crescimento em relação ao ano anterior. Mantivemos elevados investimentos em novos modelos em todos os segmentos, desde a expansão e renovação de nossa linha de alta cilindrada, com as novíssimas X-ADV e CBR 1000RR Fireblade, até os segmentos mais acessíveis. Destaco a nova Twister, que agora também passa a contar com freios CBS além do ABS; a nova XRE 300, com design renovado e freios ABS; e o nosso grande lançamento, a nova scooter de entrada da Honda, a Elite 125. Também destaco o lançamento da CRF 250F, modelo inédito mundialmente, que chega como mais uma opção para aqueles que querem se divertir em trilhas por todo o Brasil”, comenta Alexandre Cury, diretor comercial da Honda Motocicletas.

“Apesar dos desafios que os brasileiros terão à frente em 2019, a Honda continuará investindo. Aliás, este é um ano importante por conta do Salão Duas Rodas e estamos confiantes de que poderemos repetir mais um ano positivo se não tivermos grandes sobressaltos na economia. Como uma marca em constante evolução e atenta às tendências de seus consumidores, a Honda continuará trabalhando muito para que o ano de 2019 seja ainda melhor, sempre com foco no aprimoramento e inovação de seus produtos, serviços e atendimento a clientes. Assim, já iniciamos o ano com a chegada da nova Pop 110i com freios CBS e, ainda no primeiro semestre, teremos as entregas da GL 1800 Goldwing, cuja pré-venda teve início em 2018. Além disso, também contaremos com a CB 1000R com o conceito Neo Sports Café”, completa o executivo.

Produtos de Força
A divisão de Produtos de Força encerrou o ano de 2018 com um avanço de 5,2% nas vendas em todo País. O resultado reflete os esforços da empresa em ações comerciais e ativações em pontos de vendas em regiões estratégicas do País.

Feitos inicialmente para reduzir o trabalho manual dos agricultores, a Honda iniciou sua atuação no mercado de produtos de força em 1953.

No Brasil, a comercialização se deu a partir de 1973 e a produção teve início em 2001, na Moto Honda da Amazônia, onde são produzidos três modelos de motores estacionários.

A comercialização brasileira se expandiu e hoje inclui 27 modelos de motores estacionários, com diferentes aplicações de uso, e também roçadeiras, geradores, motobombas, cortadores de grama e pulverizadores costais.

Os Produtos de Força Honda possuem versatilidade e qualidade para atender desde o uso doméstico e familiar até os ramos da agropecuária e construção civil.

Honda Serviços Financeiros – HSF
O braço financeiro da Honda no Brasil é constituído pela Honda Serviços Financeiros, HSF, que facilita o acesso aos produtos da marca e abrange o Consórcio Honda, o Banco Honda e a Corretora de Seguros Honda. As empresas oferecem planos especiais para toda a linha de motocicletas e automóveis.

Marcos Zaven Fermanian presidente da Honda Serviços Financeiros. Divulgação

Seguindo a tendência de crescimento do mercado duas rodas, o Banco Honda apresentou alta de 11,2% nos financiamentos de motocicletas da marca com relação a 2017. Foram financiadas 115.175 motos Honda entre janeiro e dezembro de 2018, ante 103.571 no mesmo período do ano anterior. O Banco Honda possui grande atuação no varejo de motocicletas, sendo o principal parceiro de financiamento da empresa. Atualmente participa com 14,3% das vendas financiadas de motocicletas 0km da marca.

O Consórcio Honda também obteve bons resultados e cresceu 9,4% nas cotas comercializadas para o segmento de motocicletas da marca em 2018, tendo comercializado 724.111 cotas no último ano, ante 662.027 em 2017. A modalidade representou 28,1% das vendas da Moto Honda em 2018.

“A Honda Serviços Financeiros possui importância estratégica para a Honda em todo País e acredito que em 2018 a HSF contribuiu muito para os negócios da empresa, principalmente no segmento duas rodas. Buscaremos em 2019 a evolução deste trabalho, para continuar ampliando o acesso da população aos nossos produtos e serviços”, comenta Marcos Zaven Fermanian, presidente da Honda Serviços Financeiros.

Concorrentes não conseguem acompanhar os lançamentos e o nível de assistência técnica e o valor de revenda que a Honda proporciona a seus clientes. Caio Mattos

Deixe uma resposta

*