Ferrari não renova contrato com Sebastian Vettel e alemão pode ir para a Renault ou McLaren.

São Paulo – SP

A Ferrari anunciou hoje pela manhã em seu site que a escuderia italiana e o tetracampeão mundial de F-1, o alemão Sebastian Vettel (32), chegaram a um comum acordo de não renovar o contrato que termina no final de 2020.

A mais tradicional equipe da F-1 queria renovar por mais 1 ano e o piloto alemão pedia um contrato de 3 anos, não havendo acordo entre as partes.

Vettel ingressou na Ferrari em 2015, após ter conquistado o tetracampeonato na Red Bull de 2010 a 2014, e vinha sentindo que o monegasco Charles Leclerc estava ganhando espaço na equipe devido aos seus bons resultados.

A Ferrari divulgou o seguinte comunicado: “Esta é uma decisão tomada em conjunto por nós e Sebastian, que ambas as partes consideram ser melhor. Não foi uma decisão fácil de ser alcançada, dado o valor de Sebastian como piloto e como pessoa”.

Já Vettel declarou: “Para conseguir os melhores resultados possíveis no esporte, é vital que todos os envolvidos trabalhem em harmonia. A equipe e eu percebemos que não há mais um desejo comum de seguir juntos além desta temporada. Questões financeiras não foram um fator nessa decisão conjunta.”

O inglês Bernie Ecclestone (89) é amigo pessoal de Sebastian Vettel e os dois costumavam jogar gamão nos finais de semana. Foto: Amauri Yamazaki

Vettel é o segundo piloto mais bem pago da Fórmula-1 com um contrato de 30,0 milhões de euros/ano, ficando atrás apenas do hexacampeão inglês, Lewis Hamilton (35) da Mercedes, que recebe 40,0 milhões de euros/ano.

Para o lugar de Vettel estão sendo cogitados os nomes do australiano Daniel Ricciardo da Renault e do espanhol Carlos Sainz da McLaren.

Com este desfecho, Charles Leclerc (22) segue ainda mais fortalecido na Ferrari, onde tem um salário de 9,0 milhões de euros/ano.

Charles Leclerc conquistou 2 vitórias na F-1 e seu contrato com a Ferrari termina em 2024.  Foto: Ferrari

Ferrari não renova contrato com Sebastian Vettel

Escreva um comentário